Associação Brasileira dos Jornalistas

abjmaior
17 COISINHAS SOBRE O DESASTRE BRASILEIRO NESTE FIM DE MAIO

17 COISINHAS SOBRE O DESASTRE BRASILEIRO NESTE FIM DE MAIO

1) Quando vem esse papo de “liberdade acima de tudo”, proteja-se. Esse tipo de discurso trata de uma “liberdade” que não leva em consideração a segurança e o direito do outro. É um discurso em que a “vontade” se coloca acima da “responsabilidade”. Normalmente, é fascismo.

2) O problema maior do brasileiro é confundir números. Os mil que morreram hoje não são os mesmos mil que morreram ontem. Reflita!

Por Walter Falceta no Facebook

3) Desprezar os mil mortos de cada dia pode ser um defeito moral e não de aprendizado da Matemática.

4) Brasília: o STF já tem todas as provas de que precisa para cassar a chapa Bozo-Mourão. Cassarão? Os milicos aceitariam a sentença?

5) A PGR fede. Aras se julga um advogado serviçal do miliciano Bolsonaro.

6) Gente na esquerda defendendo a “flexibilização”, mesmo com cinco Brumadinhos por dia. Como se quebrar isolamento equivalesse a andar de moto sem capacete. Assimetria escandalosa!

7) Partidário do fim do isolamento? Abra mão do atendimento médico público. No privado, vá ao fim da fila.

8) A milagrosa estratégia do Rio de Janeiro para reduzir o número de mortes pelo coronavírus: adulterar as estatísticas. Estão copiando a gestão do “Novo” em Minas Gerais.

9) O país vai zerar as mortes por Covid-19 registrando “insuficiência respiratória”, “pneumonia”, “gripe”, “bicho de pé”, “tosse”, “espirro”, “falta de sorte” e “deu ruim pra ele”.

10) MILHARES de mortes em todas as faixas etárias. Mas ainda tem gente (inclusive na esquerda) achando ser uma doença que só afeta “velhos”. Na direita, tem gente soltando fogos, considerando um desafogo para a Previdência.

11) Medidas de Moraes contra parlamentares, empresários e blogueiros do ódio finalmente configuram uma porrada do STF no bolsonarismo.

12) Zambelli, Bia, Douglas, o Véio da Havan e o Escroto da Academia de Ginástica mereciam o mesmo sistema prisional dos três herdeiros do indigitado.

13) Quando você ouve a palavra “flexibilizar” nos campos de trabalho, economia ou saúde, prepare-se: vem coisa ruim pro nosso lado. Doria voltou a ser Bolsodoria por pressão da FIESP, por insubordinação na PM e porque sua índole não muda.

14) Mais do que a Covid-19, é o bolsonarismo, intrinsecamente maldoso e naturalmente inepto, que está matando os pequenos negócios e travando a roda da economia.

15) Burocracia, incompetência, má vontade e sabotagem emperram os processos de concessão de créditos. Os bancos intermediários ajudam nessa missão destrutiva.

16) Aos “intelectuais” de esquerda deslumbrados com os palavrões do Bozo e sua semiótica da barbárie. O Datafolha provou que vocês erraram. Vídeo pegou MAL.

17) Não seja tonto a ponto de emular o Bozo. Não, a Suécia não é bom exemplo na luta contra o coronavírus. Até hoje, 4220 mortos numa população menor do que a da cidade de São Paulo. Maior mortalidade per capita do mundo.

FONTE:

17 COISINHAS SOBRE O DESASTRE BRASILEIRO NESTE FIM DE MAIO 1) Quando vem esse papo de "liberdade acima de tudo",…

Publicado por Walter Falceta em Quarta-feira, 27 de maio de 2020