Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos
5 dicas para lançar uma startup de mídia

5 dicas para lançar uma startup de mídia

Eu sou uma jornalista do Oriente Médio que testemunhou a necessidade crítica de uma mídia independente na região. Acredito que a cultura de startups prevalente no mundo da tecnologia pode ser replicada no jornalismo para essa finalidade: ela pode estimular a criação de novas empreitadas de mídia e plataformas digitais para vozes sub-representadas, dando ao ecossistema de notícias o impulso tão necessário.

Em 2022, saí do meu emprego e, com o apoio de uma bolsa do programa ICFJ Knight Fellowship, lancei uma incubadora para ajudar startups de mídia lideradas por mulheres e jovens a se estabelecerem. Batizada de Media and Digital Runway for Arab Journalists (MADRAJ), nós selecionamos startups promissoras para seis meses de trabalho intenso com especialistas em sustentabilidade de mídia e mentores, que ajudaram no desenvolvimento de estratégias de negócios. Nosso objetivo é criar uma comunidade de veículos independentes que vão enriquecer o jornalismo na região.

A seguir estão minhas cinco principais recomendações para colegas empreendedores de mídia que vão lançar suas próprias startups, a partir das lições aprendidas com a MADRAJ e com o trabalho ao lado de profissionais inovadores.

(1) Não deixe para fechar o acordo depois

Eu tinha a apresentação de um dos meus projetos pronta para uma reunião com um potencial financiador. Ele amou a ideia e me disse para continuar em contato com a equipe dele. Mas eles estavam muito ocupados e não retornaram o contato comigo a tempo. Tive que adiar o projeto até o próximo ciclo de financiamento.

Depois disso, eu sempre tenho no meu celular uma proposta pronta para ser assinada e tento fechar o acordo antes do financiador ir embora.

(2) Não faça promessas quando estiver entusiasmada

Este é o outro lado da moeda. Às vezes você pode estar em uma posição favorável, com financiamento de sobra, e se sente em condições de dizer sim para tudo que te empolgar. Mas há sempre detalhes críticos que você deve investigar antes de se comprometer com qualquer coisa, como informar-se sobre exigências legais e financeiras ou restrições do governo que possam vir a ser obstáculos para o seu projeto.

Seja prudente com suas promessas. Comece com um documento de proposta compartilhado com sua equipe para que as pessoas possam dar suas contribuições, pesquise sobre a viabilidade da ideia e revise os riscos potenciais. O momento para empolgação é quando o contrato é assinado.

(3) Sempre tenha um plano B e C (e D)

Mapeie a sua rede para saber a quem recorrer se e quando algo der errado.

Em um projeto grande recentemente liderado por nós na MADRAJ, achávamos que tínhamos tudo organizado e pronto poucas semanas antes do lançamento. Mas pessoas importantes foram deixando o projeto, uma a uma: houve uma doença na família, um nascimento prematuro, uma crise de saúde. Nós acessamos a nossa rede e preenchemos esses espaços rapidamente com ótimos profissionais.

Não importa com quem você trabalhe, certifique-se de que as pessoas sejam valorizadas e se sintam parte da missão. As pessoas que entraram no projeto de última hora trabalharam duro porque valorizavam o papel fundamental que estavam desempenhando nos nossos esforços. Hoje, essas pessoas que entraram como substitutas têm papéis importantes na MADRAJ e nossa rede é, consequentemente, mais forte.

(4) Seja paciente com você mesma

No jornalismo, você pode fazer uma reportagem e descobrir que ela não mudou o mundo da maneira que você esperava. Você fez o que podia para informar as pessoas e revelar irregularidades – você só não tinha o ingrediente mágico para fazer a mudança acontecer.

Isso pode ser ainda mais difícil para empreendedores. Você pode ter uma ótima ideia, mas ela pode não ser viável ou não interessar investidores, sem falar que simplesmente pode não ser o momento certo para o mercado. Não se desencoraje. Isso é uma experiência que você pode usar no seu próximo projeto.

Lembre que não há problema em pedir ajuda. Cuide de você. Aprenda com os seus erros – a vida é assim. Se você não está cometendo erros, não está se esforçando.

(5) Saiba a hora de parar

Empreendedores são apaixonados por pessoas que trabalham duro para fazer suas ideias se tornarem realidade. Isso pode exigir muita energia e resiliência. Mas eles precisam saber a hora de parar de importunar sempre o mesmo financiador, de investir em um funcionário que não está crescendo em sua função ou de insistir em um startup que aparentemente não vai decolar.

Decida qual é o seu ponto de corte. Pense como você vai saber quando um experimento não está funcionando. Implante limites e os institucionalize. Dar fim a algo pode ser mais difícil do que seguir adiante, mas pode te liberar para assumir outros projetos mais promissores.

FONTE:

https://ijnet.org/pt-br/story/5-dicas-para-lan%C3%A7ar-uma-startup-de-m%C3%ADdia