Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

5 mudanças na TV esportiva em 2023 que vão impactar 2024

O ano de 2023 termina com um balanço de mudanças importantes na mídia esportiva que vão impactar a vida do torcedor em 2024. Alterações em direitos de transmissão, novas regras, avanço dos canais gratuitos na internet, negociações que levaram meses ao longo deste ano, tudo isso vai modificar bastante a forma como você vê esporte.

A coluna preparou uma seleção com as principais mudanças na TV esportiva que aconteceram em 2023, mas vão impactar diretamente o ano de 2024. Confira:

1 – Avanços da CazéTV

Criada originalmente para aproveitar os direitos de transmissão digitais da Copa do Mundo de 2022, que pertenciam exclusivamente à Globo e ficaram livres no mercado após a renegociação do contrato entre a emissora carioca e a Fifa, a CazéTV mostrou em 2023 que veio para ficar e provocou diversas mudanças no ritmo das transmissões e dos direitos no mercado.

O canal, feito em parceria entre o streamer Casimiro Miguel e a LiveMode, expandiu sua atuação e não ficou restrito apenas aos eventos da Fifa, entidade da qual a LiveMode é parceira. A CazéTV transmitiu em 2023 competições como os Jogos Pan-Americanos de Santiago, o Campeonato Alemão, os jogos de Vasco e Botafogo como mandantes no Carioca, as partidas do Athletico Paranaense em casa no Brasileirão (único caso de cobrança pelo acesso, já que os direitos obtidos eram de PPV), fez sucesso e audiência com eventos fora do “comum”, como o X1 e até mesmo a Copa Acerj, torneio de imprensa do Rio de Janeiro.

Para 2024, a CazéTV muda de patamar porque chega já com a aquisição de direitos muito importantes, como metade da Eurocopa com exclusividade (além da final compartilhada com a Globo), e a transmissão exclusiva das próximas três temporadas da Liga Europa e da Conference League. Além disso, com o fim da exclusividade que a Globo mantinha sobre as Olimpíadas, o canal também já garantiu seu espaço nos Jogos Olímpicos de Paris-2024.

O Paulistão também entra no portfólio da CazéTV após o YouTube, dono de um pacote de direitos, escolher o canal para transmitir seus jogos no lugar do anteriormente usado canal oficial da competição. Serão 45 jogos só na fase de grupos do estadual em 2024. A Copinha também fará parte das transmissões da CazéTV no ano que vem.

2 – Lançamento do Canal GOAT em transmissões

Lançado no mês de julho como um canal de transmissões gratuitas de eventos esportivos, o Canal GOAT também provocou um movimento muito interessante no mercado, que já vinha sentindo a presença da CazéTV com essa proposta de exibições digitais abertas.

O GOAT chegou comprando direitos de torneios que estavam sem espaço em canais tradicionais de esportes, como a liga de futebol feminino dos EUA, a NWSL e a Copa Argentina, e logo evoluiu para acordos maiores como os da Série C do Brasileirão, de um pacote do Campeonato Alemão, o contrato com a Conmebol para a transmissão da Libertadores Feminina e outros torneios de clubes (inclusive Libertadores e Sul-Americana, mas para exibição em outros países com transmissão feita em língua portuguesa), a Liga Saudita, e competições de automobilismo, como a Stock Car e a Fórmula E.

Para 2024, o GOAT terá três campeonatos estaduais já confirmados em 2023. Serão transmitidos o Campeonato Carioca, o Campeonato Pernambucano e o Campeonato Cearense.

3 – Saída do Premiere do Paulistão

Há mais de duas décadas o Paulistão tinha seu serviço de PPV (pay-per-view) operado pela Globo por meio dos canais Premiere, mas essa era acabou em 2023. A emissora não renovou o contrato com a FPF (Federação Paulista de Futebol) e está fora da edição de 2024 do estadual.

Com isso, o Premiere vai apostar em eventos como a Copinha, em janeiro, e a Copa do Brasil, no mês seguinte, para manter a base de assinantes até o início do Brasileirão em abril. Vale lembrar que a Globo já não tem desde 2020 o PPV do Campeonato Carioca, outro estadual que era importante para essa manutenção de clientes no período entre duas temporadas do Campeonato Brasileiro.

No Campeonato Paulista, o outro serviço de PPV que já operava em paralelo ao Premiere desde 2022 será mantido. O Paulistão Play ainda não teve seu preço divulgado até o fechamento deste texto, mas vai continuar operando na internet em 2024.

O maior impacto da saída do Premiere, porém, foi na ampliação do pacote de jogos do YouTube para transmissões no Paulistão 2024. Eram 16 jogos até este ano em todo o torneio, agora serão 45 só na primeira fase, todos eles exibidos pela CazéTV.

4 – Volta da Copa América à Globo

Depois de ficar fora da edição realizada em meio à pandemia no Brasil em 2021, a Globo voltará a exibir a Copa América com exclusividade em 2024. A edição que será ampliada para 16 participantes e realizada nos Estados Unidos entre os meses de junho e julho terá cobertura da TV Globo e do sportv.

Na TV aberta, a Globo promete exibir pelo menos oito jogos da competição. Serão as três partidas do Brasil na fase de grupos, mais dois jogos das quartas de final, duas semifinais e a final. O sportv transmitirá todos os 32 duelos do torneio.

Em 2021, a Globo estava impedida de comprar eventos da Conmebol por causa da rescisão contratual feita no ano anterior pelos direitos da Libertadores. Na época, o SBT assumiu as transmissões da Copa América na TV aberta, e a ESPN ficou com o pacote de TV paga.

Vale lembrar que a Globo também conseguiu manter a Eurocopa em seu portfólio para 2024, mas de um jeito diferente. Se teve a exclusividade total entre 2012 e 2021 (sublicenciando a Band na TV aberta em 2012 e 2016), desta vez a emissora levou um dos dois pacotes disponíveis na concorrência aberta pela Uefa.

A Globo terá 25 partidas exclusivas da Eurocopa, que será realizada na Alemanha na mesma época da Copa América, sendo que cinco delas serão exibidas em TV aberta, e todas essas 25 terão transmissão do sportv. A CazéTV terá o outro pacote com 25 jogos exclusivos. A final será compartilhada pelas duas empresas, ou seja, será o 26º jogo de cada pacote.

5 – Dança das cadeiras na narração esportiva

O ano de 2023 foi extremamente agitado nas principais emissoras abertas do país na questão de narração. A TV Globo começou a temporada já sabendo que seria a primeira sem Galvão Bueno, que se despediu da função após a final da Copa do Mundo de 2022. Em março, a emissora demitiu Cleber Machado, que estava no canal há mais de 30 anos e era um dos principais nomes da equipe esportiva.

Com isso, Luis Roberto assumiu de vez o papel de narrador principal, ficando com as grandes decisões, jogos mais importantes em cada rodada (não sendo mais fixo das partidas geradas na praça do RJ ou de SP), partidas da seleção brasileira e outros eventos, como o vôlei.

Após narrar momentos históricos, como os títulos inéditos do São Paulo na Copa do Brasil e do Fluminense na Libertadores, além da virada do Palmeiras sobre o Botafogo que marcou uma arrancada épica do Verdão rumo à conquista do Brasileirão, Luis Roberto terá a missão de ser a voz principal de momentos como os Jogos Olímpicos, Copa América, além de acompanhar a seleção brasileira após um ano extremamente difícil em resultados.

Cleber Machado, que saiu da Globo em março, foi o grande nome das mudanças de 2023. Dias após deixar a antiga emissora, já estava na Record narrando as finais do Paulistão entre Palmeiras e Água Santa. Logo depois, passou a fazer a Copa do Brasil no Prime Video, serviço de streaming da Amazon. Em setembro, foi anunciado como novo narrador do SBT.

Foi o primeiro a narrar finais na TV Globo (Copinha e Supercopa do Brasil), Record (Paulistão) e SBT (Copa Sul-Americana) no mesmo ano, sem falar na decisão da Copa do Brasil pelo Prime Video. Em 2024, a expectativa fica pela manutenção de Cleber Machado no time da Amazon, além de acompanhar as próximas decisões que ele fará no SBT.

A Record, por onde Cleber Machado passou rapidamente este ano, demitiu o narrador Lucas Pereira e montou uma equipe temporária para transmitir o Paulistão 2024 com nomes bem conhecidos e ex-globais, como Casagrande e Renato Marsiglia. O narrador será Oliveira Andrade, que está no BandSports, fez sua última passagem por TV aberta na Band, já trabalhou na emissora de Edir Macedo, e até hoje é muito lembrado pelos tempos de Globo, onde ficou até 1998.

Galvão Bueno, agora fora da narração, dará as caras novamente na cobertura das Olimpíadas na TV Globo, mas com uma participação especial na Cerimônia de Abertura, um programa diário na emissora aberta sobre os Jogos Olímpicos, além de um especial de fim de ano e a apresentação de um reality show para revelar um novo profissional da narração esportiva.

FONTE:

https://www.uol.com.br/esporte/colunas/allan-simon/2023/12/30/5-mudancas-na-tv-esportiva-em-2023-que-vao-impactar-2024.htm