Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

“A censura é a maior ameaça à esquerda brasileira”, diz Rui Costa Pimenta

Presidente do PCO se solidariza com o jornalista Breno Altman e afirma que toda a esquerda está sob ameaça.

Em uma entrevista à TV 247, Rui Costa Pimenta, presidente do Partido da Causa Operária (PCO), expressou sua preocupação com a crescente censura política no Brasil e demonstrou solidariedade ao jornalista Breno Altman, que enfrenta censura e um inquérito policial sob acusações de “racismo” por suas denúncias contra a política do estado de Israel.

Pimenta começou a entrevista destacando a velocidade alarmante com que a censura política tem se estabelecido no país. Ele apontou que parte da esquerda, identitária ou simpatizante do identitarismo, inicialmente acreditou que a liberdade de expressão irrestrita favorecia o fascismo e o racismo. No entanto, agora a censura está sendo utilizada como arma política por forças que, segundo Pimenta, representam “a maior organização racista e fascista do mundo,” fazendo referência ao sionismo.

O presidente do PCO argumentou que o sionismo, em seus esforços para ocultar a verdade sobre a luta dos palestinos e seus supostos crimes, recorreu à escalada da censura. Mesmo com o apoio da imprensa capitalista, o sionismo busca silenciar órgãos de esquerda na internet, o que Pimenta vê como uma ameaça à liberdade de expressão e à divulgação da verdade sobre a Faixa de Gaza.

Rui Costa Pimenta ressaltou que a luta contra a censura sionista não é apenas uma questão de Breno Altman, mas de toda a esquerda, incluindo aqueles que lutam contra os horrores testemunhados na Faixa de Gaza. Ele lamentou o silêncio de parte da esquerda, incluindo o PT e o PSOL, em relação aos crimes sionistas e aos processos contra Altman, alertando que essa cumplicidade não passará despercebida.

O presidente do PCO ecoou as palavras de Breno Altman ao afirmar que o sionismo só tem restado a violência e o ataque à liberdade, especialmente contra judeus que ousam denunciar suas ações. Ele enfatizou que as ameaças de violência e ações fascistas não devem calar aqueles que denunciam os crimes cometidos pelo regime sionista. “A censura é a maior ameaça à esquerda brasileira”, disse ele.

Repressão judicial – Em suas declarações, Rui Costa Pimenta alertou para a necessidade de o PT se posicionar contra a crescente repressão que está em curso no Brasil, argumentando que a criminalização do ódio é uma fantasia autoritária e que todos têm o direito de expressar suas opiniões, mesmo que sejam críticas.

Ele também fez críticas ao ministro Luís Roberto Barroso, presidente do STF, referindo-se a ele como “ministro sabonete Dove,” sugerindo que o magistrado está promovendo ações repressivas sob uma aparência suave. Pimenta ainda previu que a direita continuará a entrar com processos contra a esquerda e que os grandes meios de comunicação nunca serão incomodados pelo Judiciário, porque representam o grande capital. Assista:

FONTE:

https://www.brasil247.com/entrevistas/a-censura-e-a-maior-ameaca-a-esquerda-brasileira-diz-rui-costa-pimenta