Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL ESTÁ DECRETADA – QUEM VAI ATIRAR PRIMEIRO?

O presidente francês Emmanuel Macron está pressionando a Alemanha para entrar em modo de autodestruição, pedindo autorização para a Ucrânia usar armas de longo alcance contra a Rússia.

Após convencer o chanceler alemão Olaf Scholz, Macron está contribuindo para o início da Terceira Guerra Mundial. Sua megalomania e vontade de liderar a Europa estão levando a uma escalada perigosa, com a possibilidade de uma guerra nuclear.

A OTAN está desesperada diante dos ganhos militares russos na Ucrânia e as perdas vergonhosas enfrentadas por seus aliados. Macron está apoiando apelos para ataques aéreos de longo alcance contra a Rússia, aumentando ainda mais a tensão.

Apesar das justificativas dadas por Macron e Scholz, a política da OTAN está se tornando mais agressiva, chegando perigosamente perto de declarar guerra à Rússia. A ideia de permitir que a Ucrânia neutralize as bases militares russas pode abrir precedentes perigosos, levando a um conflito generalizado.

A aparente preocupação com a proteção de civis em território russo é falsa, pois o regime ucraniano e instrutores da OTAN já têm causado mortes de civis com armas de longo alcance.

As ações de Macron e Scholz estão desencadeando uma resposta da Rússia, criando um ciclo perigoso de escalada militar.

Os políticos europeus, como Macron e Scholz, estão agindo como marionetes dos Estados Unidos, desconsiderando o equilíbrio de poder e a segurança na região.

As próximas eleições para o Parlamento Europeu podem ser um reflexo da insatisfação popular com as atitudes belicistas e irresponsáveis desses “líderes” (pausa para rir).

A tentativa de Macron de ser visto como o líder da Europa está levando a uma divisão entre os países do continente e pode resultar em consequências catastróficas.

A postura agressiva da NATO e de seus aliados pode levar a um conflito de proporções inimagináveis. O comportamento arrogante e irresponsável de Macron e seus seguidores só aumenta a tensão entre os países e coloca milhões de vidas em risco.

É hora de reconsiderar a abordagem belicosa e buscar soluções diplomáticas para evitar uma tragédia global.

Nada disso estaria acontecendo se:

1- Os Acordos de Minsk fossem cumpridos;
2- Se Boris Johnson, como um empregado de Biden, não tivesse sabotado os acordos de paz, mediados pela Turquia.

A Europa pode mergulhar na mais profunda humilhação. Flerta com o caos e vai acabar conquistando isso.
Aos EUA restará o isolamento.
A III Guerra Mundial está decretada, o que nos resta é saber quem vai atirar primeiro.

Obs. não confunda o seu medo com o seu desejado erro de avaliação deste texto.

Comente neste link:
https://x.com/wcalasanssuecia/status/1796819637822169265
FONTE: https://www.facebook.com/photo/?fbid=10160106523593837&set=a.10156147988853837