Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

Alta do dólar é “crise fabricada” pelo mercado contra o governo, avalia o Planalto

‘Não se trata de guerra, mas de lucro’, diz um aliado do presidente. Para o governo, alta da moeda norte-americana faz parte de um movimento deliberado para alimentar especuladores.

247 – A percepção no Palácio do Planalto sobre a alta do dólar é clara: a valorização da moeda americana é uma “crise fabricada” pelo mercado financeiro contra o governo, segundo Daniela Lima, do g1. O próprio presidente Lula (PT), em entrevista a uma rádio na Bahia nesta terça-feira (2), disse haver “um jogo de interesses especulativos contra o real nesse país”.

A avaliação de Lula é compartilhada por membros do governo, incluindo um assessor do ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), que descreveu a situação como “uma guerra aberta”. Haddad, que tem desempenhado um papel crucial na tentativa de estabilizar a situação, está adotando uma postura mais cautelosa, buscando evitar qualquer declaração ou ação que possa alimentar ainda mais a especulação.

De acordo com um aliado de Lula, a situação não se trata “de guerra, mas de lucro”. Essa perspectiva sugere que há um movimento deliberado para alimentar os interesses dos especuladores financeiros às custas da estabilidade econômica do país.

A resposta do Ministério da Fazenda tem sido dupla. De um lado, o ministério está focado em transmitir uma mensagem de compromisso com o ajuste fiscal. A ideia é sinalizar aos mercados que o governo está controlando os gastos e que qualquer temor de descontrole fiscal é infundado. Este esforço inclui a ampliação da divulgação de dados econômicos positivos, como o aumento na arrecadação e a redução do desemprego, que indicam uma economia em recuperação.

Ainda na entrevista desta terça-feira, Lula prometeu “fazer alguma coisa” para conter a subida do dólar.

FOTO: Jorge Araujo/ Fotos Públicas

FONTE:

https://www.brasil247.com/economia/alta-do-dolar-e-crise-fabricada-pelo-mercado-contra-o-governo-avalia-o-planalto