Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

Após condenação histórica, Trump diz que foi alvo de ‘julgamento político’ e que irá recorrer do veredicto

Sem apresentar provas, o ex-mandatário afirmou que o tribunal “está em total conjunção com a Casa Branca e o Departamento de Justiça”.

Um dia após tornar-se o primeiro ex-presidente a ser condenado criminalmente na história dos Estados Unidos, Donald Trump voltou à carga contra o seu processo judicial durante um pronunciamento nesta sexta-feira (31), na Trump Tower. No discurso, o republicano, de 77 anos, voltou a dizer que sua condenação é uma instrumentalização política da Justiça e uma “caça às bruxas” realizada em meio à campanha eleitoral para a Casa Branca. Ele também disse que irá recorrer do veredicto. “Vamos recorrer dessa farsa”, afirmou.

“Se eles podem fazer isso comigo, podem fazer isso com todo mundo”, disse Trump aos repórteres, antes de chamar os promotores de seu julgamento de pessoas “ruins” e “doentes”. Ele também repetiu sua afirmação de que o juiz Juan Merchan era “altamente conflituoso” no caso. Trump referiu-se ao julgamento como “muito injusto” e continuou a criticar o juiz, dizendo que “ele parece um anjo, mas na verdade é um demônio”.

“No que diz respeito ao julgamento em si, foi muito injusto. Não nos foi permitido usar nosso especialista em eleições em nenhuma circunstância. Vocês viram o que aconteceu com algumas das testemunhas que estavam do nosso lado, elas foram literalmente crucificadas por esse homem,” acrescentou o ex-presidente.

Trump também reclamou da ordem de silêncio no caso, que ele falsamente atribuiu ao presidente Joe Biden imposta por Merchan. Sem apresentar provas, o ex-mandatário afirmou que o tribunal “está em total conjunção com a Casa Branca e o Departamento de Justiça”.

“Agora, estou sob uma ordem de mordaça, que ninguém jamais esteve, nenhum candidato presidencial jamais esteve. Estou sob uma ordem de mordaça desagradável, em que tive de pagar milhares de dólares em multas e fui ameaçado de prisão,” afirmou Trump.

O ex-presidente continua a alegar que sua condenação é uma tentativa de minar suas chances nas eleições presidenciais de novembro. Ele acusa o sistema judicial de ser politicamente motivado e de agir em conluio com seus adversários para impedir seu retorno à Casa Branca.

O caso de Trump tem gerado ampla repercussão e divide opiniões nos Estados Unidos, com apoiadores vendo-o como vítima de perseguição política e críticos apontando que a Justiça está, finalmente, responsabilizando-o por suas ações. As implicações desse julgamento e a resposta de Trump poderão ter um impacto significativo no cenário político americano nos próximos meses.

FONTE:

https://www.brasil247.com/mundo/apos-condenacao-historica-trump-diz-que-foi-alvo-de-julgamento-politico-e-que-ira-recorrer-do-veredicto