Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

Atacado por Houthis, navio de carga Rubymar afundou, diz governo do Iêmen

O navio, atacado no mês passado, afundou no sul do Mar Vermelho. Se confirmado, seria o primeiro navio perdido desde que os militantes houthis começaram a atacar navios comerciais.

O navio de carga Rubymar, atacado no mês passado, afundou no sul do Mar Vermelho, afirmou o governo internacionalmente reconhecido do Iêmen em um comunicado neste sábado (2).

Se confirmado, seria o primeiro navio perdido desde que os militantes houthis começaram a atacar navios comerciais em novembro.

O comunicado do governo disse que o navio afundou na noite de sexta-feira e alertou para uma “catástrofe ambiental”.

O navio estava transportando mais de 41.000 toneladas de fertilizantes quando foi atacado, conforme afirmou anteriormente o Comando Central Militar dos EUA.

Os militantes houthis do Iêmen vêm atacando navios comerciais na região do Mar Vermelho desde meados de novembro, afirmando que estão agindo em solidariedade com os palestinos em Gaza.

Na segunda-feira, uma equipe do governo do Iêmen visitou o Rubymar, um navio de carga com bandeira de Belize e de propriedade do Reino Unido, e disse que ele estava parcialmente submerso e poderia afundar dentro de alguns dias.

Os militares dos Estados Unidos anteriormente disseram que o ataque danificou significativamente o cargueiro e causou um vazamento de óleo de 18 milhas (29 km).

A Quinta Frota da Marinha dos Estados Unidos não respondeu imediatamente a um pedido para confirmar o afundamento neste sábado.

Ataque em Mokha – Em dois relatórios separados neste sábado, a agência britânica de Operações de Comércio Marítimo do Reino Unido (UKMTO) disse ter recebido um relatório de um navio sendo atacado a 15 milhas náuticas a oeste do porto iemenita de Mokha.

“A tripulação levou o navio para ancorar e foi evacuada pelas autoridades militares”, disse a UKMTO em uma nota informativa.

Separadamente, a UKMTO relatou um naufrágio de navio.

Nenhum dos relatórios mencionou o Rubymar, embora ambos os incidentes tenham ocorrido nas proximidades de onde o Rubymar foi visto pela última vez.

Os ataques houthis levaram as empresas de navegação a desviar os navios para a rota mais longa e mais cara ao redor da África do Sul. Eles também alimentaram temores de que a guerra entre Israel e Hamas possa se espalhar, desestabilizando o Oriente Médio mais amplo.

Os Estados Unidos e o Reino Unido começaram a atacar alvos houthis no Iêmen em janeiro em retaliação aos ataques a navios no Mar Vermelho, Estreito de Bab el-Mandeb e Golfo de Aden.

O governo internacionalmente reconhecido do Iêmen está sediado no porto sul de Aden, enquanto os houthis controlam grande parte do norte e outros centros importantes.

FONTE:

https://www.brasil247.com/mundo/atacado-por-houthis-navio-de-carga-rubymar-afundou-diz-governo-do-iemen?tbref=hp