Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

Chuvas não param, rios sobem e RS se prepara para repetição de tragédia

Nível do Guaíba deve bater novo recorde durante a semana, diz UFRGS.

Rádios veiculando alertas de evacuação a pedido de prefeituras do interior, rios voltando a subir e deslizamento causando morte na serra. O Rio Grande do Sul volta a sentir as consequências da chuva que voltou na sexta-feira (10) à noite e não parou.

O que aconteceu
Ruas de Lajeado (RS) que estavam secas estão inundadas outra vez. O trabalho de limpeza que moradores haviam começado se mostrou inútil porque a parte da cidade que eles moram foi tomada pela água novamente.

Em Caxias do Sul, um servidor público morreu soterrado. Luciano Henrique Santos Lacava, 49, estava trabalhando quando um deslizamento varreu o prédio da Companhia de Desenvolvimento da cidade.

Nas últimas 24 horas choveu de forma intensa. Foram 120 milímetros de precipitação na serra e região metropolitana de Porto Alegre.

As pessoas desistiram de voltar para casa. Sabem que precisarão ficar mais tempo em abrigos ou casa de parentes.

O Guaíba ilustra bem o momento do Rio Grande do Sul. Até a semana passada, a maior enchente da história de Porto Alegre era a de 1941. Este recorde permaneceu válido por 83 anos. Ocorre que a nova marca história será batida em menos de 7 dias se a previsão dos hidrólogos estiver correta.

Em função dessa chuva volumosa, praticamente todos os grandes rios do Estado apresentam tendência de elevação, com elevações rápidas em cotas de inundação.

CONTINUE LENDO AQUI:

https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2024/05/12/chuvas-nao-param-rios-sobem-e-rs-se-prepara-para-repeticao-da-tragedia.htm

Nível do Guaíba deve bater novo recorde durante a semana, diz UFRG

LEIA em https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2024/05/12/chuvas-no-rs-nivel-do-guaiba-pode-ultrapassar-recorde-anterior-diz-ufrgs.htm?cmpid=copiaecola