Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

Como o Brasil está se tornando o país dos evangélicos

Camila estava desempregada e grávida, e seu marido havia sido preso. Ela encontrou amparo na Igreja Evangélica. “Com os católicos, eu era mais uma. Aqui não, aqui eu sou cuidada, sinto a presença de Deus, então me sinto mais à vontade e mais cuidada mesmo aqui na Igreja”, diz Camila Ramos, membra da Igreja Pentecostal. Os evangélicos, que crescem cada vez mais no Brasil, muitas vezes amparam parte da população que se sente abandonada pelo Estado. Mas o famoso dízimo, a doação dos fiéis, é alvo frequente de crítica, porque estaria enriquecendo líderes da Igreja. “A Bíblia compara o dinheiro a um deus. Você acha que é fácil, então, uma pessoa chegar e dar o dinheiro? Ela é hipnotizada por 20 anos?”, questiona o pastor Silas Malafaia. Fato é que a Igreja Evangélica se tornou uma espécie de porto seguro para Camila. Principalmente após o nascimento da filha dela e após perder tudo em uma enchente. “Foram meses bem complicados… Eu estava grávida e não tinha contato com meu marido”, afirma Camila Ramos. Na prisão, o marido de Camila se converteu e a inspirou a seguir a nova fé. “Oro também para ele se manter forte, continuar no caminho de Deus. Esse é o recurso que ele tem. Hoje em dia, eu estou tranquila em relação a isso. Porque sei que é tudo propósito de Deus”, conta Camila Ramos.

ASSISTA AO VIDEO AQUI: