Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Contra apagões, Aneel exige medidas preventivas das distribuidoras de energia diante de chuvas e eventos climáticos extremos

Agência determinou que as distribuidoras de energia aperfeiçoem os procedimentos de detecção e realizem ações coordenadas para minimizar os efeitos desses fenômenos.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou, após reunião em Brasília com representantes das distribuidoras de energia, uma série de medidas para mitigar os impactos das chuvas e eventos climáticos sobre os consumidores após os recentes apagões registrados em São Paulo e em diversas cidades do país. Segundo o jornal O Globo, a agência determinou aprimoramentos na detecção de eventos extremos e ações coordenadas para minimizar os efeitos desses fenômenos.

“A partir da melhor detecção, a ação seguinte é instituir canal de comunicação direta com prefeituras, governos estaduais e suas respectivas Defesas Civis para a articulação de medidas necessárias à minimização dos impactos dos eventos climáticos, bem como comunicação do acompanhamento de seus efeitos e coordenação dos esforços de recomposição do serviço de energia elétrica (Salas de Crise)”, disse a Aneel, de acordo com a reportagem.

A agência também determinou a criação de uma agenda de médio prazo, com foco na “maior precisão na detecção de eventos; aperfeiçoamento dos planos de prevenção e redução de danos, em coordenação com os entes públicos estaduais e municipais; e plano de ação de recomposição do serviço, em articulação e coordenação com os demais entes públicos envolvidos e com comunicação eficiente com consumidores, Aneel e entes públicos”.

FONTE

https://www.brasil247.com/economia/contra-apagoes-aneel-exige-medidas-preventivas-das-distribuidoras-de-energia-diante-de-chuvas-e-eventos-climaticos-extremos