Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Crescente popularidade do yuan ameaça minar sanções ocidentais, diz mídia

A parcela do yuan em pagamentos internacionais no SWIFT aumentou de 2% para 3,6% entre janeiro e outubro de 2023, reduzindo a capacidade de as sanções ocidentais atingirem a economia chinesa, informou The Wall Street Journal.

Atualmente, a China está recebendo em yuans mais de 25% das receitas do seu comércio externo. Além do mais, a parcela da moeda nos pagamentos fora do SWIFT é ainda maior.

Um dos exemplos disso é o rápido crescimento do comércio bilateral entre a China e a Rússia, que no momento paga em yuans cerca de dois terços de suas importações da China.

No momento atual, sendo o maior parceiro comercial da China e controlando as transferências internacionais, o Ocidente ainda tem a capacidade de destruir grande parte da economia chinesa com sanções, mas o domínio industrial chinês segue mudando a paisagem.

FONTE:

https://www.facebook.com/photo/?fbid=10159883722128837&set=a.10151306301983837