Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

EUA anunciam operação multinacional no Mar Vermelho em meio a ataques Houthis

A operação multinacional para defender o Mar Vermelho foi anunciada pelo secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin.

Os Estados Unidos lançarão uma operação multinacional para defender o Mar Vermelho em meio aos ataques dos Houthis contra navios comerciais, anunciou nesta segunda-feira (18) o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, em um comunicado publicado no site da Casa Branca.

“A recente escalada de ataques Houthis temerários originados no Iêmen ameaça a livre circulação do comércio, coloca em perigo navegantes inocentes e viola o direito internacional”, declarou o chefe do Pentágono.

Segundo Austin, o Mar Vermelho é “uma via navegável crítica que tem sido essencial para a liberdade de navegação e um importante corredor” que facilita o comércio internacional. Nesse contexto, o funcionário instou a comunidade internacional a “se unir para enfrentar o desafio que representa o ator não estatal [o movimento houthi] que lança mísseis balísticos e veículos aéreos não tripulados contra navios mercantes de muitas nações que transitam legalmente por águas internacionais”.

“Trata-se de um desafio internacional que exige uma ação coletiva. Por isso, hoje anuncio o estabelecimento da operação ‘Guardião da Prosperidade’, uma nova e importante iniciativa multinacional de segurança sob o guarda-chuva das Forças Marítimas Combinadas e a liderança do seu Grupo Operativo 153, que se concentra na segurança no Mar Vermelho”, destacou.

O funcionário indicou que a iniciativa reúne vários países, incluindo o Reino Unido, Barém, Canadá, França, Itália, Noruega, Países Baixos, Seicheles e Espanha, “para enfrentar conjuntamente os desafios de segurança no sul do Mar Vermelho e no golfo de Aden, com o objetivo de garantir a liberdade de navegação de todos os países e reforçar a segurança e a prosperidade regionais”.

FONTE:

https://www.brasil247.com/mundo/eua-anunciam-operacao-multinacional-no-mar-vermelho-em-meio-a-ataques-houthis