Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

Glenn Greenwald defende Musk e questiona ações de Moraes: ‘Poder extremo’

Em entrevista ao UOL News nesta terça (9), o jornalista Glenn Greenwald saiu em defesa de Elon Musk e criticou as atitudes de Alexandre de Moraes, classificando as ações do ministro do STF [Supremo Tribunal Federal] como “censura”.

Entendo que a cultura do Brasil é diferente da de outros países quanto à liberdade de expressão, que, mesmo assim, está protegida pela Constituição, e a censura, proibida. O que mais me incomoda é que tudo isso está sendo feito não pela legislação aprovada pelo Congresso, mas por um juiz, mesmo com o apoio da grande maioria do STF.

A esquerda, que esteve unida contra a indicação de Moraes [ao STF, em 2017], agora quer botar um poder quase absoluto na mão dele para decidir quais ideias são permitidas ou não. Mesmo qualquer pessoa que acha necessária essa censura por causa dos perigos graves que o país enfrenta, algo dito por todas as nações que são repressivas, tem que entender que há grande potencial para o abuso. Glenn Greenwald, jornalista

Glenn avalia que Moraes prolonga a “medida extrema” de controle de postagens em redes sociais, adotada durante as eleições para coibir a propagação de fake news, e considera haver risco de abusos.

Quem votou a favor das medidas adotadas pelo STF em 2022, que deram esse poder para Moraes mandar retirar postagens, disse entender que esse poder é muito extremo, severo e perigoso e, por isso, seria adotado apenas para a eleição. Mas Moraes continua a usar essas medidas até hoje.

Pior ainda: as ordens que ele emitiu no fim de semana após a fala de Musk, foram mais uma vez sem o Ministério Público ou a Polícia Federal pedindo isso. Moraes está emitindo ordens o tempo todo e as pessoas banidas não recebem o aviso, não sabem por que estão sendo censurados e não têm nenhuma oportunidade de contestar. Não há o processo devido, algo garantido pela Constituição. O potencial perigo de abuso não está sendo percebido no Brasil. Glenn Greenwald, jornalista

O jornalista, que coordenou uma série de reportagens revelando mensagens trocadas entre Sergio Moro e procuradores da Lava Jato, saiu em defesa de Musk ao dizer que o empresário “acredita no valor da liberdade de expressão”.

Musk acredita, sim, no valor da liberdade de expressão. Quando comprou o Twitter, ele disse que estava protegendo a liberdade de expressão e rejeitava a censura.

O que o Brasil está fazendo com Moraes é extremo, não só em comparação aos Estados Unidos, mas a outros países na Europa. Ninguém está fazendo essa censura na quantidade e na forma que o Brasil está fazendo.

Há muita base para criticar Musk na questão da liberdade de expressão, mas isso não significa que ele não tenha nenhum interesse nesse valor. Glenn Greenwald, jornalista

Veja a entrevista completa com Glenn Greenwald: