Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Governo Lula e companhias aéreas anunciam descontos em passagens para 2024

“Esperamos que mais brasileiros possam viajar nos próximos meses”, declarou o ministro de Portos e Aeroportos durante anúncio. Confira as principais medidas apresentadas.

Em uma iniciativa conjunta entre o Governo Federal e as principais companhias aéreas do país, anunciou-se hoje uma série de medidas que visam tornar as viagens aéreas mais acessíveis aos brasileiros a partir de 2024. Após intensas negociações, as empresas Azul, Gol e LATAM apresentaram a primeira fase de um plano que inclui descontos significativos em passagens, aumento na oferta de voos, e aprimoramentos nos serviços oferecidos aos passageiros.

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, destacou durante uma coletiva de imprensa a importância do diálogo contínuo com as empresas aéreas para encontrar soluções que beneficiem o consumidor final. Ele ressaltou que o objetivo é reduzir o custo das passagens e fortalecer o setor aéreo, tornando-o mais acessível a todos os brasileiros.

“Por orientação do presidente Lula, a gente tem buscado alternativas para que possa diminuir o custo da passagem aérea e, automaticamente, soluções que possam fortalecer mais o consumidor final. Para termos preços mais acessíveis aos brasileiros, é necessário um esforço coletivo e um diálogo constante. Estamos no caminho certo e esperamos que mais brasileiros possam viajar nos próximos meses”, declarou Costa Filho. Confira as principais medidas apresentadas pelas companhias aéreas:

Azul:

  • Comercialização de 10 milhões de assentos por até R$ 799 a partir de 2024;
  • Marcação de assento e bagagem despachada para compras realizadas de última hora.

Gol:

  • Disponibilização de 15 milhões de assentos por até R$ 699 a partir de 2024;
  • Promoções especiais com preços entre R$ 600 e R$ 800 para compras com mais de 21 dias de antecedência;
  • 80% de desconto em tarifas de assistência emergencial.

LATAM:

  • Oferta de 10 mil assentos adicionais diariamente para reduzir custos;
  • Semanalmente, um destino com tarifa abaixo de R$ 199,00;
  • Mudanças no programa de fidelidade, sem validade para utilização;
  • Manutenção do programa de desconto de 80% para tarifas de assistência emergencial.

Além das ações das companhias, o Ministério de Portos e Aeroportos adotou medidas para tornar o serviço aéreo mais acessível, incluindo diálogos com diversos agentes do mercado. Destacam-se a busca por alternativas para reduzir o preço do Combustível de Aviação (QAV) e a utilização do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC) como garantia em operações de crédito.

O governo também pretende estimular a entrada de empresas de baixo custo no Brasil, visando aumentar a concorrência e criar novos nichos de mercado. Investimentos significativos em aeroportos regionais e programas para combater a excessiva judicialização no setor aéreo também foram anunciados. >>> LEIA TAMBÉM: Ministro anuncia 120 novos aeroportos no Brasil até 2026

Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o transporte aéreo brasileiro registrou um crescimento de quase 15% nos dez primeiros meses de 2023, com a expectativa de encerrar o ano transportando mais de 115 milhões de passageiros. O anúncio das medidas representa um passo significativo na direção de tornar as viagens aéreas mais acessíveis e impulsionar a recuperação do mercado.

FONTE:

https://www.brasil247.com/economia/governo-lula-e-companhias-aereas-anunciam-descontos-em-passagens-para-2024-cxr7o0e9