Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

IMPRENSA CORPORATIVA BRASILEIRA IGNORA MORTE DE JORNALISTA CRÍTICO DE KIEV

O jornalista chileno-estadunidense Gonzalo Lira, crítico do governo de Volodomyr Zelensk, morreu numa prisão ucraniana após complicações pulmonares ignoradas pelas autoridades de Kiev. Lira também havia denunciado torturas as quais fora submetido. O jornalista, casado com uma ucraniana, também acusava o regime de Zelensk de acobertar neonazistas e propagar a corrupção. Preso pela segunda vez no ano passado, Lira não teve seus direitos respeitados. No Brasil, exceto em alguns sites progressistas, nenhum outro grande veículo de imprensa dedicou sequer um parágrafo sobre o assassinato premetidado do profissional.
A classe jornalística ocidental inserida no oligopólio da comunicação de massas não deve ser levada à sério.

Por Daniel Spirin Reynaldo no seu Facebook

FONTE: https://www.facebook.com/daniel.omettalspirin