Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Lula diz que ataques em Gaza buscam matar crianças e mulheres por preferência

Israel já matou 17 mil palestinos em Gaza, a maioria mulheres e crianças.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira (4) estar chocado com os relatos de que a imensa maioria dos mortos na Faixa de Gaza pelos bombardeios israelenses é criança ou mulher. Ele criticou a falta de sensibilidade da comunidade internacional diante das mortes.

“Já conversei com muitos presidentes de Israel sobre isso, já conversei com muita gente da Palestina sobre isso. Mas me parece que tem gente que não quer paz, me parece que tem gente que não quer dois países. E eu posso dizer para vocês que não é por parte do povo. O povo quer. Quem não quer é porque tem outros interesses. Lamento profundamente. Lamento. Nunca vi uma guerra em que a preferência da morte são crianças, mulheres, inclusive mulheres antecipando o parto para não ver seus filhos morrerem. Se isso não toca a direção da ONU, se isso não toca as pessoas que têm a responsabilidade de construir a paz, eu sinceramente não sei o que toca a sensibilidade do ser humano”, disse Lula em coletiva de imprensa na Alemanha.

Em 7 de outubro, o Hamas lançou um ataque de grande escala com foguetes contra Israel a partir da Faixa de Gaza e violou a fronteira, matando cerca de 1.200 pessoas e sequestrando aproximadamente 240 outras. Israel lançou ataques retaliatórios, ordenou um bloqueio completo de Gaza e iniciou uma grande incursão terrestre no enclave palestino com o objetivo declarado de derrotar o Hamas e libertar os reféns. Israel matou até agora mais de 17.000 pessoas na Faixa de Gaza.

Em 24 de novembro, o Catar mediou um acordo entre Israel e o Hamas sobre uma trégua temporária e a troca de alguns dos prisioneiros e reféns, bem como a entrega de ajuda humanitária na Faixa de Gaza. A trégua foi prorrogada várias vezes. Na sexta-feira, o exército israelense retomou o combate contra o Hamas na Faixa de Gaza, alegando que o grupo violou a pausa humanitária ao abrir fogo em território israelense.

FONTE:

https://www.brasil247.com/mundo/lula-diz-que-ataques-em-gaza-buscam-matar-criancas-e-mulheres-por-preferencia