Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Lula diz que Brasil não quer guerra no Essequibo e apresenta resolução ao Mercosul

Presidente disse acompanhar com “crescente preocupação” a disputa entre Venezuela e Guiana pela região de Essequibo.

Ao abrir a reunião entre Chefes de Estado do Mercosul nesta quinta-feira (7) no Rio de Janeiro, o presidente Lula (PT) voltou a falar sobre a disputa entre Venezuela e Guiana pelo território de Essequibo. A Venezuela reivindica historicamente a região e no último domingo realizou um referendo em que constatou que cerca de 95% de sua população apoia a anexação daquela área ao território venezuelano.

Lula citou uma “crescente preocupação” com o tema e disse que o Mercosul não pode ficar “alheio” à discussão. Ele também afirmou que o Brasil está disposto a sediar as conversas entre os envolvidos. “Um assunto importante que temos que debater é a questão do Essequibo. O Mercosul não pode ficar alheio ao tema. Sugiro que o companheiro presidente de turno da Celac possa tratar o tema com as duas partes: a Guiana e a Venezuela. O Brasil está à disposição para sediar quantas reuniões de negociação forem necessárias. Não queremos e não precisamos de mais guerra, ainda mais no nosso continente. Temos que construir a paz para poder melhorar a vida das pessoas”.

O presidente também afirmou que vai submeter aos países do Mercosul uma minuta de declaração sobre o tema.

FONTE:
https://www.brasil247.com/americalatina/mercosul-nao-pode-ficar-alheio-ao-tema-diz-lula-sobre-disputa-entre-venezuela-e-guiana-por-essequibo