Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

Lula participa de Cúpula do Mercosul e segue para Bolívia, que passou por tentativa de golpe de Estado

Presidente busca integração regional e apoio à democracia em viagens. Evento seria uma oportunidade para o primeiro encontro entre Lula e Milei, mas Milei optou por não comparecer.

247 – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva inicia uma série de viagens pela América do Sul neste início de semana, com paradas no Paraguai e na Bolívia. Sua primeira agenda é a participação na 64ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, realizada no Paraguai. Este evento seria uma oportunidade para o primeiro encontro entre Lula e o presidente argentino Javier Milei, mas Milei optou por não comparecer.

De acordo com reportagem do G1, Lula, após a cúpula no Paraguai, seguirá para a Bolívia, que recentemente enfrentou uma tentativa de golpe de Estado. O presidente brasileiro tem reuniões agendadas com o presidente boliviano, Luis Arce, que quase foi deposto.

Durante o início da reunião ordinária da cúpula do Mercosul neste domingo (7), o chanceler brasileiro, Mauro Vieira, relembrou a tentativa de golpe na Bolívia, fazendo um paralelo com os atos golpistas de 8 de janeiro no Brasil. “No Brasil, também tivemos de enfrentar ainda nos primeiros dias deste terceiro mandato do presidente Lula uma tentativa de reverter por meio da violência a vontade soberana do povo expressa nas urnas. No Brasil, assim como na Bolívia, a democracia venceu e tenho certeza de que sairá mais forte”, afirmou Vieira.

A integração do continente é uma prioridade do governo de Lula, e estas viagens são vistas como estratégicas. A cúpula do Mercosul, que começa nesta segunda-feira (8), reunirá Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, além da Bolívia, que foi formalmente admitida como membro pleno do bloco nesta semana. O Itamaraty destacou que temas importantes da cúpula incluirão o ingresso da Bolívia, a participação da sociedade civil no Mercosul e medidas para aprimorar o comércio entre os países membros.

Milei, que já está no poder há oito meses, decidiu não participar da cúpula e, em vez disso, compareceu a um evento com políticos conservadores em Camboriú (SC) ao lado do ex-presidente Jair Bolsonaro. O Itamaraty lamentou a ausência de Milei, mas afirmou que isso não afeta a importância do encontro do Mercosul.

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

FONTE: https://www.brasil247.com/americalatina/lula-participa-de-cupula-do-mercosul-e-segue-para-bolivia-que-passou-por-tentativa-de-golpe-de-estado