Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas (2)
Marilena Chauí: “Crise do neoliberalismo tem como resposta o autoritarismo”

Marilena Chauí: “Crise do neoliberalismo tem como resposta o autoritarismo”

Filósofa e professora faz análise do “totalitarismo” do governo Jair Bolsonaro e fala sobre a nova direita mundial

A filósofa e professora Marilena Chauí tem classificado o governo de Jair Bolsonaro (PSL) como um “novo totalitarismo”. Suas características de alinhamento ao neoliberalismo global, segundo ela, afastam o presidente do termo fascista, usualmente utilizado para defini-lo.

O novo totalitarismo capitaneado por Bolsonaro, segundo Chauí, classifica as instituições como homogêneas, tratando todas com as mesmas regras e os mesmo valores, próprios de um sistema administrativo. Os governantes, segundo a professora, se tornaram gestores e a política não abre mais caminho para o diálogo.

Em entrevista exclusiva ao Brasil de Fato, durante o seminário “Democracia em Colapso”, organizado pela editora Boitempo, Chauí também fala sobre o possível fim do neoliberalismo e a nova direita mundial.

“Há uma tese, defendida por alguns economistas, de que o neoliberalismo chegou ao seu ponto de crise final. O que estamos assistindo é esse ponto de mutação e nesse momento de crise, ele faz aquilo que é típico do capitalismo: é sempre a resposta autoritária”, explica.

Confira a entrevista completa:

Edição: Rodrigo Chagas

Foto: José Eduardo Bernardes