Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Mauro Vieira não vê risco de conflito armado entre Venezuela e Guiana, apesar de tensões

Apesar da declaração do chanceler, o Ministério da Defesa decidiu reforçar a presença militar na região.

O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, disse nesta quarta-feira ao chegar para um evento do Mercosul no Rio de Janeiro que, apesar do aumento das tensões entre Venezuela e Guiana, não vê riscos de um conflito armado entre os dois países que fazem fronteira com o Brasil.

No domingo, os eleitores da Venezuela rejeitaram em um referendo a jurisdição da Corte Internacional de Justiça (CIJ) sobre a disputa territorial do país com a Guiana e apoiaram a criação de um novo Estado venezuelano na região de Essequibo, localizada em território guianense e potencialmente rica em petróleo.

A corte proibiu na sexta-feira a Venezuela de tomar qualquer medida que altere o status quo na área, que é objeto de um processo ativo perante a CIJ, mas o governo do presidente Nicolás Maduro prosseguiu com um referendo “consultivo” de cinco questões.

Em meio ao aumento das tensões, o Ministério da Defesa decidiu reforçar a presença militar brasileira na região da fronteira com Venezuela e Guiana e enviar blindados para um grupamento militar localizado em Boa Vista, capital de Roraima.

FONTE:

https://www.brasil247.com/americalatina/mauro-vieira-nao-ve-risco-de-conflito-armado-entre-venezuela-e-guiana-apesar-de-tensoes