Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

Meteorologistas dos EUA preveem grande número de furacões potentes em 2024

A previsão aponta uma temporada mais ativa do que aquela de 2005, que registrou o furacão Katrina.

Meteorologistas do governo norte-americano disseram nesta quinta-feira que até sete grandes furacões podem se formar em uma “extraordinária” temporada de tempestades no Atlântico em 2024, que começa em 1º de junho.

A previsão aponta uma temporada mais ativa do que aquela de 2005 — que registrou recordes de furacões, incluindo o Katrina e o Rita — com entre quatro e sete grandes furacões este ano.

Tais eventos estão incluídos em uma previsão de oito a 13 furacões que ocorrerão no Atlântico, com 17 a 25 tempestades tropicais “nomeadas”, informou Rick Spinrad, membro da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês).

Uma temporada média produz 14 tempestades (com ventos de pelo menos 63 km/h), das quais sete se tornam furacões, com ventos de pelo menos 119 km/h, e três são de grande intensidade, com ventos acima dos 178 km/h.

Temperaturas marítimas quentes e menores condições de cisalhamento do vento no auge da temporada de furacões, entre agosto e setembro, deverão contribuir para tempestades mais fortes e numerosas neste ano, disseram os meteorologistas.

“Esta previsão é superior à de 2005”, afirmou o meteorologista Matthew Rosencrans em coletiva de imprensa. “Esses são os maiores números que previmos até agora.”

Em 2023, houve três grandes furacões, entre sete no total, e 20 tempestades nomeadas — o quarto maior número desde 1950. A que causou mais danos, chamada Idalia, castigou a costa oeste da Flórida e chegou ao continente como um furacão categoria 3.

FONTE:

https://www.brasil247.com/mundo/meteorologistas-dos-eua-preveem-grande-numero-de-furacoes-potentes-em-2024-9kru4j8b