Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Milei começa a discutir “plano motosserra” em primeira reunião de gabinete após a posse

Novo presidente planeja conjunto de medidas econômicas que visam reduzir o peso do Estado argentino e equilibrar as contas públicas.

O presidente da Argentina, Javier Milei, teve hoje a primeira reunião com seu gabinete após a posse e começou a discutir o “plano motosserra”, conjunto de medidas econômicas que visam reduzir o peso do Estado argentino e equilibrar as contas públicas.

A reunião aconteceu após o porta-voz do governo, Manuel Adorni, ter dito que o ministro da Economia, Luis Caputo, iria apresentar seu plano econômico amanhã.

Durante o encontro com as principais figuras do novo governo, Milei pediu um inventário e um levantamento das propriedades do Estado, além de ter ordenado que gastos e contratos de todos os ministérios fossem revistos, segundo o “Ámbito”, incluindo aqueles firmados com instituições de ensino.

Adorni disse em coletiva hoje que Milei irá realizar uma auditoria de todos os bens e empregados do Estado e vai acabar com o regime de home office para funcionários públicos.

O porta-voz disse ainda que Milei e os ministros debateram a possibilidade de um “forte corte fiscal, com alguma expansão nas áreas sociais” e também “um corte dos privilégios”, repetindo alguns dos principais temas da campanha do novo presidente e de seu discurso de posse.

Além de Milei, estiveram na reunião a secretária-geral da presidência, Karina Milei, o chefe de gabinete, Nicolás Posse, e os ministros Guillermo Francos, do Interior, Luis Caputo, da Economia, Sandra Pettovello, do Capital Humano, Patricia Bullrich, da Segurança, Luis Petri, da Defesa, Guillermo Ferraro, da Infraestrutura, Mario Russo, da Saúde, Mariano Cúneo Libarona, da Justiça, e Diana Mondino, nova chanceler do país.

FONTE:

https://valor.globo.com/mundo/noticia/2023/12/11/milei-comea-a-discutir-plano-motosserra-em-primeira-reunio-de-gabinete-aps-a-posse.ghtml