Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

Moraes explica o básico: “se tivessem dado o golpe, não estariam sendo julgados”

O ministro do STF rebateu apoiadores de Bolsonaro que tentaram defender os participantes dos atos golpistas.

Relator do inquérito dos atos golpistas no Supremo Tribunal Federal, o ministro Alexandre de Moraes esclareceu os crimes atribuídos aos participantes das manifestações terroristas e rebateu apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) por criticarem as condenações determinadas pelo STF.

“Várias pessoas defendendo que esse crime não ocorreu porque não conseguiram dar o golpe de Estado. Não existe crime de golpe de Estado, porque, se tivessem dado o golpe de Estado, quem não estaria aqui seríamos nós para julgar o crime. Quem dá o golpe de Estado não é julgado”, disse Moraes. “Por mais ridículo que pareça, eu preciso fazer um esclarecimento, porque são tantos absurdos que se ouve que, às vezes, o básico é necessário ser esclarecido”.

O STF condenou mais 15 pessoas envolvidas nos atos antidemocráticos de 8 de janeiro de 2023. As acusações apresentadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) resultaram em 86 condenações. O Supremo recebeu 1.345 denúncias contra envolvidos no vandalismo em Brasília (DF), onde bolsonaristas invadiram a Praça dos Três Poderes.

FONTE:

https://www.brasil247.com/regionais/brasilia/moraes-explica-o-basico-se-tivessem-dado-o-golpe-nao-estariam-sendo-julgados?tbref=hp