Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

MPF ajuíza ação contra 42 ex-militares por tortura, morte e desaparecimento de pessoas na ditadura

O Ministério Público Federal (MPF) informou nesta segunda-feira (18) que entrou na Justiça para responsabilizar civilmente 42 ex-agentes da ditadura militar por ligação com a morte ou o desaparecimento forçado de opositores do regime.

Entre os acusados, 26 são ex-integrantes do Destacamento de Operações e Informações do Centro de Operações e Defesa Interna (DOI-Codi) do II Exército, em São Paulo. Entre eles estão o ex-coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra e o ex-delegado Sérgio Paranhos Fleury.

As requisições também incluem 16 ex-servidores do Instituto Médico Legal (IML) paulista.

Parte de uma ação civil pública, além da responsabilização pessoal dos ex-agentes, o documento requere uma série de medidas de reparação, preservação da memória e esclarecimento da verdade sobre o período da ditadura.

FONTE: https://www.facebook.com/photo?fbid=10159990455803837&set=a.10151306301983837