Associação Brasileira dos Jornalistas

abjmaior
Mudança climática exige mais da mídia, analisa Julia Fonteles

Mudança climática exige mais da mídia, analisa Julia Fonteles

Clima tem estigma de baixa audiência

Projeto liga jornalismo e mudança climática

Após o último relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) da ONU, que alerta sobre o perigo da temperatura global ultrapassar um aumento de 1,5˚C nos próximos 12 anos, apenas 22 dos 50 principais veículos americanos de notícias escreveram sobre o tema. Já no Brasil, a maioria dos principais veículos de informação online mantém uma subseção dedicada à sustentabilidade, encarregada das reportagens pertinentes ao meio ambiente. Essas seções são geralmente focadas no ativismo dos ambientalistas e falham em cobrir outros aspectos da mudança climática, como o setor energético e inovação tecnológica.

Nos Estados Unidos, a cobertura climática fica em segundo plano porque os números mostram que reportagens sobre o clima geralmente não atraem o público. Os jargões científicos e estudos rebuscados fogem do senso comum e não contribuem para atrair novos leitores, levando o tema a ocupar posições insignificantes nos principais veículos. Segundo a universidade de Columbia, os veículos de comunicação locais americanos, principalmente na televisão, não cobrem as principais notícias sobre o clima e contribuem para alienação dos cidadãos.

CONTINUE LENDO AQUI:

https://www.poder360.com.br/opiniao/midia/mudanca-climatica-exige-mais-da-midia-escreve-julia-fonteles/