Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

“Ocidente quer provocar conflito armado com a Rússia”, diz Pepe Escobar

Jornalista afirma que a paciência da Rússia está sendo testada e que uma resposta devastadora pode ser inevitável.

A análise do contexto geopolítico fornecido pelo jornalista Pepe Escobar sobre as declarações do presidente Vladimir Putin destaca as tensões crescentes entre a Rússia e o Ocidente, especialmente em relação ao uso de armas de longo alcance e a possibilidade de um conflito armado. ( ASSISTA AO VIDEO ABAIXO )  A mensagem de Putin é uma advertência clara sobre as consequências potenciais das ações ocidentais, sugerindo que a Rússia está preparada para expandir sua “zona sanitária” em resposta a ameaças percebidas. Essa retórica reflete a complexidade e a gravidade da situação atual.

### Análise do Contexto Geopolítico

#### Tensão Crescente entre a Rússia e o Ocidente

As relações entre a Rússia e o Ocidente, especialmente com os Estados Unidos e a OTAN, têm se deteriorado constantemente nos últimos anos. A anexação da Crimeia pela Rússia em 2014, a intervenção russa na Síria e, mais recentemente, o conflito na Ucrânia, têm sido pontos de tensão significativa. A postura agressiva do Ocidente, incluindo o envio de armas sofisticadas e apoio militar à Ucrânia, é vista pela Rússia como uma provocação direta e uma ameaça à sua segurança nacional.

#### A Retórica de Putin

A declaração de Putin sobre a expansão da “zona sanitária” indica a disposição da Rússia de tomar medidas militares adicionais se se sentir ameaçada. A “zona sanitária” refere-se a uma área de amortecimento que a Rússia poderia estabelecer para proteger suas fronteiras e interesses estratégicos. Ao mencionar especificamente armas de longo alcance, Putin está respondendo às movimentações militares ocidentais que poderiam atingir território russo, interpretando essas ações como passos rumo a um conflito direto.

#### Pepe Escobar e a Perspectiva Crítica

Pepe Escobar, conhecido por suas análises críticas das políticas ocidentais, interpreta as ações do Ocidente como uma tentativa deliberada de provocar a Rússia. Ele sugere que o Ocidente, ao invés de buscar negociações genuínas, está empurrando a Rússia para uma posição defensiva que poderia resultar em um conflito armado. Escobar vê essa estratégia como parte de uma política de contenção e desestabilização, com o objetivo de enfraquecer a Rússia geopoliticamente.

### Componentes da Guerra Híbrida

A situação descrita se encaixa no conceito de guerra híbrida, onde combinações de guerra convencional, irregular, cibernética e informacional são usadas para alcançar objetivos estratégicos. A guerra híbrida inclui:

1. *Apoio a Movimentos de Oposição*: O Ocidente tem apoiado movimentos pró-democracia e oposição em países da esfera de influência russa, muitas vezes através de ONGs e financiamento encoberto.
2. *Sanções Econômicas*: Sanções são usadas para enfraquecer economicamente a Rússia e pressionar seu governo.
3. *Guerra de Informação*: A mídia ocidental frequentemente apresenta a Rússia como agressora, moldando a opinião pública contra Moscou.
4. *Manobras Militares*: O aumento das atividades militares da OTAN nas proximidades das fronteiras russas é percebido como uma ameaça direta.

### Consequências Potenciais

#### Escalonamento do Conflito

A retórica de Putin sugere que qualquer uso de armas de longo alcance por parte do Ocidente pode levar a uma resposta militar russa significativa. Isso poderia envolver a expansão da presença militar russa em áreas estratégicas e a intensificação das hostilidades na Ucrânia e em outras regiões.

#### Risco de Conflito Global

A menção de um possível conflito global não é apenas retórica. Se as tensões continuarem a aumentar, há o risco real de um confronto direto entre potências nucleares, algo que poderia ter consequências catastróficas.

### Necessidade de Diplomacia

Escobar argumenta que o caminho para evitar um desastre global passa pela diplomacia e pelo engajamento em negociações sinceras. No entanto, ele destaca a falta de vontade do Ocidente em se engajar de maneira construtiva com a Rússia, optando por uma estratégia de pressão e contenção.

### Conclusão

A análise de Pepe Escobar sobre as declarações de Vladimir Putin sublinha a gravidade das tensões atuais entre a Rússia e o Ocidente. As ações do Ocidente, interpretadas como provocativas pela Rússia, têm o potencial de desencadear um conflito armado de grandes proporções. A retórica de Putin é uma clara advertência sobre os perigos de tal escalada e a necessidade urgente de diplomacia para evitar um desastre global. A situação exige uma abordagem equilibrada e a disposição para o diálogo, com o objetivo de desescalar as tensões e buscar soluções pacíficas para os conflitos geopolíticos.

ASSISTA AQUI: