Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

Ofensiva de Musk contra o STF foi resultado de “articulação internacional coordenada”, diz estudo

O estudo revela que mensagens em apoio a Elon Musk e em “defesa da liberdade de expressão” tiveram ampla circulação internacional.

Um novo levantamento divulgado nesta terça-feira (9) pelo Instituto Democracia em Xeque revela que a ofensiva digital de Elon Musk, proprietário da rede social X (anteriormente conhecida como Twitter), contra o Judiciário brasileiro foi resultado de uma “articulação internacional coordenada”. As informações são do jornal O Globo.

O estudo revela que mensagens em apoio a Elon Musk e em “defesa da liberdade de expressão” tiveram ampla circulação internacional, compartilhadas por líderes de extrema direita de diversos continentes. Essa análise foi conduzida em plataformas de mídia social e veículos de imprensa, abrangendo o período de 5 a 8 de abril deste ano.

André Ventura, presidente do partido português CHEGA, criticou o que chamou de regressão do Brasil em liberdade de expressão, relacionando Alexandre de Moraes com Lula. O general americano Mike Flynn ofereceu apoio ao X a Elon Musk, enquanto Santiago Abascal, líder do Vox espanhol, criticou uma suposta suspensão de liberdades.

O estudo destaca ainda a coordenação de perfis brasileiros de direita em apoio à causa, sendo a publicação do deputado Marcel van Hattem (Novo-RS) a mais engajada no Twitter.

Musk, que tem entre seus aliados Jair Bolsonaro, vem divulgando em sua conta na plataforma social X, de sua propriedade, uma série de ataques ao ministro Alexandre de Moraes, acusando-o de aplicar um “regime de censura”. Na realidade, Musk está se insurgindo contra as investigações sobre a tentativa de golpe de Estado, que estão cada vez mais próximas de chegar a Jair Bolsonaro.

FONTE: https://www.brasil247.com/brasil/ofensiva-de-musk-contra-o-stf-foi-resultado-de-articulacao-internacional-coordenada-diz-estudo#google_vignette