Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

PF monitora tensão na Fronteira Brasil-Venezuela em meio a disputa territorial com a Guiana

Exército brasileiro aumentou o efetivo do Pelotão Especial de Fronteira de Pacaraima de 70 para 130 homens, fortalecendo o patrulhamento na divisa do Brasil com a Venezuela.

O setor de inteligência da Polícia Federal (PF) está intensificando a vigilância na fronteira brasileira diante do crescente clima de tensão entre a Venezuela e a Guiana em função da disputa pelo território de Essequibo, rico em petróleo e minérios, diz a CNN Brasil. No domingo (3), os venezuelanos participaram de um referendo que aprovou a anexação de parte do território guianense pela Venezuela.

No domingo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apelou para o “bom senso” por parte dos dois países. “Só tem uma coisa que a América do Sul não está precisando agora: confusão. Se tem uma coisa que precisamos para crescer e melhorar a vida do nosso povo é a gente baixar o facho, trabalhar com muita disposição de melhorar a vida do povo e não ficar pensando em briga. Não ficar inventando história. Espero que o bom senso prevaleça do lado da Venezuela e do lado da Guiana”, disse Lula ao deixar Dubai, nos Emirados Árabes, após participar da cúpula climática da ONU, a COP28.

O aumento da tensão na região levou o Exército brasileiro a aumentar o efetivo do Pelotão Especial de Fronteira de Pacaraima (RR) de 70 para 130 homens, fortalecendo o patrulhamento na divisa do Brasil com a Venezuela.

O governo brasileiro busca prevenir que a Venezuela utilize o território brasileiro como plataforma para avançar sobre a Guiana, reforçando medidas de segurança e diplomacia para lidar com a situação fronteiriça.

FONTE:

https://www.brasil247.com/americalatina/pf-monitora-tensao-na-fronteira-brasil-venezuela-em-meio-a-disputa-territorial-com-a-guiana