Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas

PIB de 2,9% é visto com ceticismo pela grande mídia; veja repercussão

Ao contrário do que o governo diz, principais jornais apontam possibilidade de impacto na inflação ou desaceleração futura.

O crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) em 2023 dentro de um contexto de instabilidade externa seria algo a ser comemorado, mas a grande mídia não parece ter mostrado muito contentamento com o avanço.

Nesta sexta-feira, dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostraram que o crescimento brasileiro em 2023 ficou em 2,9%, influenciado pelo bom desempenho do agronegócio, embora outros segmentos também tenham colaborado.

O crescimento também foi celebrado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que inclusive citou de forma indireta analistas que projetavam um crescimento de 0,9%.

Porém, a recuperação da economia deixou de ser vista como algo favorável para algumas publicações – e passou a ser uma preocupação por conta de uma eventual alta da inflação e, por consequência, da taxa básica de juros.

Vejamos como um PIB de 2,9% foi noticiado pela grande mídia:

O Estado de S.Paulo

Folha de São Paulo

O Globo

G1

Metropoles

CNN Brasil

Valor Econômico

FONTE: https://jornalggn.com.br/economia/ceticismo-grande-midia-com-crescimento-brasil/