Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Prêmio Siena Photo Awards oferece até R$ 8 mil e viagens a profissionais e amadores; veja como participar

O concurso de fotografia Siena International Photo Awards, um dos principais do mundo, está com inscrições abertas até 9 de janeiro de 2024 para fotógrafos profissionais e amadores em diversas categorias.

As inscrições são gratuitas para o envio de uma imagem, e há taxas para fotos adicionais. O Fotógrafo do Ano receberá um prêmio de € 1,5 mil (R$ 8 mil) em equipamentos fotográficos, além de troféu e uma viagem a Siena, na Itália. Outros vencedores ganharão equipamentos e viagens.

Em 2023, o iraniano-americano Salwan Georges conquistou o primeiro lugar geral com o retrato da tristeza de uma mulher despedindo-se do marido em Odessa, ao embarcar em um trem com os dois filhos para Lviv pouco dias após a invasão da Ucrânia pela Rússia.

Como se inscrever no concurso de fotografia

O Siena International Photo Awards é promovido pela Art Photo Travel, associação sem fins lucrativos que cria iniciativas culturais destinadas a incentivar a compreensão dos lugares, das populações e das pessoas.

Além do prêmio principal, o vencedor da categoria Melhor Autor do concurso de fotografia receberá € 500 (R$ 2,7 mil) em equipamentos. Os melhores trabalhos em 10 categorias serão reconhecidos com troféus e viagem à Siena para a cerimônia de premiação.

As imagens vencedoras serão exibidas em Siena e em mostras itinerantes, e farão parte de um livro.

As categorias são: Fotojornalismo, Viagens & Aventuras, Retratos e Personagens, Natureza, Animais em seus Habitats, Esportes em Ação, Fotografia de Rua, Vida subaquática, Storytelling e Vídeo Documentário. O concurso não aceita fotos geradas por inteligência artificial ou transformadas com o uso da tecnologia.

As taxas para quem quiser inscrever mais de uma foto são de € 20 (R$ 106) para três imagens (já incluindo a gratuita), e mais € 10 (R$ 53) por imagem adicional. Os participantes nas categorias Storytelling e Vídeo Documentário pagam € 35 (R$ 187) por trabalho enviado

Para mais informações e inscrições sobre o concurso de fotografia Siena International Photo Awards 2024, clique aqui.

Guerra na Ucrânia dominou categoria Fotojornalismo do concurso em 2023

Os fotógrafos escolhidos pelo júri do Siena Awards em 2023 como os melhores do ano documentaram também conflitos em outros países e o drama de animais afetados pela ação do homem – mas as imagens da guerra dominaram a lista das 20 mais impactantes em fotojornalismo.

Desde fevereiro de 2022, fotojornalistas, cinegrafistas e documentaristas arriscaram a vida para mostrar ao mundo os horrores da guerra na Ucrânia.

Alguns não retornaram, morrendo em bombardeios ou em ataques diretos do exército russo contra a imprensa. Mas a coragem dos que enfrentaram os riscos permitiu revelar a extensão do drama vivido pelos ucranianos.

O húngaro Andras Hadji ficou em primeiro lugar na categoria Fotojornalismo do festival de Siena com o registro de Glib, de 13 anos, morador da cidade de Kherson, ouvindo o discurso do presidente Volodymyr Zelensky em uma praça lotada depois que a cidade foi libertada da ocupação russa.

Menino na cidade de Kherson, palco de batalhas na guerra da Ucrânia, em fotografia premiada

“Após meses de medo e incerteza, pela primeira vez desde o início da guerra ele finalmente saiu de casa”, disse o fotógrafo.


Guerras e conflitos são cruéis para crianças em qualquer lugar do mundo. O terceiro lugar da competição foi para o fotojornalista Weiken Oliver, documentando um menino de apenas 10 anos trabalhando em uma mina no Afeganistão.

Com a retomada do poder pelo grupo Talibã, em 2021, as condições de vida da população se deterioraram ainda mais.

Menino trabalha em mina de carvão no Afeganistão, em foto premiada em concurso internacional

Na Ucrânia, o sofrimento da guerra não escolhe idade. O júri concedeu menção honrosa à fotografia de Olena Curillo, 56 anos, em estado de choque e coberta de sangue depois que seu prédio foi atingido por um míssil russo em Chihuiv, em 24 de fevereiro de 2022, ataque que marcou o início da guerra.

Mulher com rosto coberto de sangue após bombardeio na guerra da Ucrânia

O fotojornalista francês Kiran Ridley também teve seu trabalho na Ucrânia reconhecido no Siena Photography Awards 2023. Ele retratou Oksana, mãe de Oleh Skybyk, 27, lamentando a morte do filho em Lviv, em 28 de abril de 2022. Ele havia se voluntariado para servir na guerra.

Mãe chora por filho vítima da guerra na Ucrânia

Outra fotografia de uma família enlutada na guerra da Ucrânia foi destacada pelo júri. O soldado ucraniano Ivan Lipskiy foi um dos cinco sepultados ao mesmo tempo em 29 de março de 2022.

Funeral de soldado na guerra da Ucrânia

Lipskiy foi morto em 18 de março durante um ataque aéreo russo que atingiu a 36ª Brigada de Infantaria Naval Ucraniana, matando mais de 40 soldados na cidade de Mykolaiv.


O turco Emin Sansar registrou o sofrimento das mulheres ucranianas no conflito iniciado pela Rússia, obrigadas a deixarem suas casas e cidades e a sobreviver em zonas seguras, perdendo a identidade.

Mulher idosa é retirada de zona de guerra por soldados na Ucrânia

O fotógrafo de guerra italiano Andrea Carrubba recebeu menção honrosa pelo flagrante de uma mulher em estado de choque, cercada de feridos, após o ataque russo à estação ferroviária de Kramatorsk, em Donetsk, onde ucranianos faziam fila para se refugiarem áreas mais seguras.

Mulher ensanguentada após ataque da Rússia a uma estação ferroviária na guerra da Ucrânia

Não foi só na Ucrânia: conflitos religiosos e políticos nas lentes dos fotojornalistas premiados

O Siena Photo Awards 2023 também reconheceu fotojornalistas que documentaram confrontos resultantes de tensões políticas e religiosas em outras partes do mundo, um deles na região agora sob um conflito sangrento.

O israelense Oren Ben Hakoon retratou o embate entre uma mulher palestina e homens israelenses no Portão de Nabus, em Jerusalém.

Idosa palestina em confronto com judeus em Jerusalém

Na Índia, dois fotógrafos ficaram entre os escolhidos como melhores do ano no concurso. Debarchan Chatterjee registrou trabalhadores que protestavam contra o governo reprimidos por uma força de choque.

Manifestantes em confronto com a polícia na Índia, em fotografia premiada em concurso internacional

Dipayan Bose capturou o jato de água lançado pela polícia sobre manifestantes em um protesto por mais educação e emprego para os jovens.

Manifestação de jovens contra o governo indiano em imagem premiada em concurso de fotografia

O festival de Siena acontece anualmente na cidade italiana em outubro, reunindo exposições, palestras e workshops para profissionais e amantes da arte da fotografia.

As imagens foram cedidas pela organização do concurso e não podem ser reproduzidas para qualquer finalidade.

FONTE: https://mediatalks.uol.com.br/2024/01/03/inscreva-se-no-concurso-de-fotografia-siena-2024-para-profissionais-e-amadores/