Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Professor Samuel Braun cobra manifestação de Flávio Dino sobre investigação da PF contra Breno Altman

Braun classificou como “muito grave” o fato de a Polícia Federal estar investigando “quem expressa críticas ao genocídio e ao apartheid de Israel”.

Sociólogo e professor de Politicas Públicas na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Samuel Braun cobrou do ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, esclarecimentos sobre a investigação da Polícia Federal (PF) contra o jornalista Breno Altman, por críticas deste ao sionismo e aos crimes cometidos pelo governo de Benjamin Netanyahu, de Israel, contra o povo palestino.

Ele classificou como “muito grave” que a PF esteja investigando “quem expressa críticas ao genocídio e ao apartheid de Israel”. Braun ainda lembrou que em novembro a PF deflagrou uma operação contra o terrorismo que terminou sem conseguir comprovar a ligação dos alvos com grupos armados do Oriente Médio.

“Extremamente grave! Segundo notícia do Brasil 247, a Polícia Federal teria não só se omitido quanto às ameaças sionistas contra a vida de Breno Altman como, após receber visita da associação estrangeira de cunho racial CONIB, estaria agora investigando o próprio Breno Altman. Há menos de dois meses a mesma Policia Federal perseguiu dois cidadãos brasileiros sob acusações vindas do mesmo lobby sionista, exclusivamente por suas origens árabes. Os dois terminaram soltos e as ‘denúncias’ ridicularizadas. É muito grave que a Polícia Federal esteja exigindo das redes sociais dados para investigar quem expressa críticas ao genocídio e ao apartheid de Israel. Flávio Dino precisa se manifestar”, publicou o professor no X, antigo Twitter, neste sábado (30).

FONTE:

https://www.brasil247.com/brasil/professor-samuel-braun-cobra-manifestacao-de-flavio-dino-sobre-investigacao-da-pf-contra-breno-altman