Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Putin afirma que interferência dos EUA impede a paz

Presidente russo diz que discutiu sem sucesso com os EUA para implementar os Acordos de MInsk.

Na noite de quinta-feira (8), os olhos do mundo se voltaram para a aguardada entrevista entre o presidente russo Vladimir Putin e o jornalista americano Tucker Carlson, realizada no Kremlin, em Moscou.

Um dos principais tópicos abordados foi o conflito na Ucrânia, que se estende desde fevereiro de 2022.

Putin analisou as perspectivas de uma solução para o impasse e criticou a interferência externa, apontando para a influência dos Estados Unidos e sua tentativa de forçar uma mudança de regime. Ele também destacou a disposição da Rússia em implementar os Acordos de Minsk e a resistência ucraniana aos esforços de paz.

“Discutimos com os líderes dos EUA e dos países europeus para parar imediatamente esses desenvolvimentos, para implementar os Acordos de Minsk. Mas, francamente, eu não sabia como poderíamos fazer isso. Eu estava pronto para implementá-los.”

Sobre as relações entre Rússia e Ocidente, Putin atribuiu a deterioração desse contato à postura agressiva dos países ocidentais.

Desta forma, segundo ele, há uma desconfiança mútua e uma escalada de tensões, apontando para a falta de vontade do Ocidente em buscar uma solução diplomática para os desafios em comum.

“Eles levaram a situação ao ponto em que estamos. Não fomos nós que fizemos isso. Foram os nossos parceiros, adversários que fizeram isso. Bem, agora deixe eles pensarem em como reverter a situação.”

FONTE:

https://www.brasil247.com/mundo/putin-afirma-que-interferencia-dos-eua-impede-a-paz?tbref=hp