Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

“Quanto mais o imperialismo declina, mais perigosa é a posição do Brasil”, diz Alysson Mascaro

Professor afirma que o imperialismo tentará manter sua influência na América Latina – e em especial no Brasil.

Em entrevista à TV 247, o professor e filósofo Alysson Mascaro lançou luz sobre a complexa dinâmica geopolítica que envolve o Brasil e o papel do imperialismo na região. Suas declarações ecoam como um alerta para os desafios que o país enfrenta em meio a um cenário global em transformação.

Mascaro enfatizou que o declínio do imperialismo não significa necessariamente um alívio para nações como o Brasil. Pelo contrário, alertou que, à medida que o imperialismo perde terreno, torna-se mais propenso a defender seus interesses de forma agressiva, especialmente em regiões estratégicas como a América Latina.

Mascaro argumentou que as políticas progressistas enfrentam um nó estrutural diante da influência combinada da burguesia e do imperialismo. Segundo ele, os marcos do retrocesso brasileiro, como a privatização e a financeirização, permanecem intocados pelo governo, exceto por intervenções pontuais. Para Mascaro, a industrialização verdadeiramente decisiva só pode emergir se a sociedade conseguir romper com as estruturas da financeirização, que atualmente dominam a economia brasileira.  Assista:

FONTE:

https://www.brasil247.com/entrevistas/quanto-mais-o-imperialismo-declina-mais-perigosa-e-a-posicao-do-brasil-diz-alysson-mascaro