Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Recorde de dívida ameaça a economia dos EUA, diz mídia chinesa

Modelo de “dívida excessiva e sem restrições” dos EUA causará agitações no mercado financeiro internacional, prevê.

Devido aos fatores como o aumento da dívida do governo e a alta de preços, os cidadãos comuns dos Estados Unidos sofreram com um pesado fardo econômico em 2023. Após o Ano Novo, o Departamento do Tesouro dos EUA divulgou dados que lhes deram outro golpe: em 2 de janeiro, horário local, a dívida pública do governo federal dos EUA ultrapassou pela primeira vez 34 trilhões de dólares.

O que significam os 34 trilhões de dólares? De acordo com cálculos, esse valor é mais de 120% do PIB dos EUA, e significa que cada americano tem uma dívida de pelo menos US$ 100.000.

Como surgiu essa dívida tão grande? Especialistas dizem que, para cobrir o déficit, o governo estadunidense há muito tempo vem adquirindo fundos por meio da emissão de títulos do tesouro. Devido ao custo extremamente baixo dos empréstimos, a “bola de neve da dívida” dos EUA está ficando cada vez maior.

Após a eclosão da pandemia de Covid-19, a economia dos EUA mergulhou em dificuldades. Para estimular a recuperação econômica, o governo estadunidense emitiu um grande montante de dívidas, fazendo com que o crescimento da dívida fosse mais rápido do que o esperado. Para conter a inflação, o Federal Reserve continuou a elevar as taxas de juros, aumentando ainda mais o custo do governo para pagar a dívida. Juntamente com o aumento dos gastos governamentais e a redução das receitas fiscais, a escala da dívida inevitavelmente se expandiu.

Essa “bola de neve da dívida” crescente causa inevitavelmente impactos na economia dos EUA. Na dívida do governo estadunidense, a proporção da dívida externa é muito alta. Os recordes constantes da dívida dos EUA e o aumento do risco de inadimplência afetarão certamente a confiança dos investidores estrangeiros na economia dos EUA.

Do ponto de vista internacional, como o dólar americano é a principal moeda de reserva e de liquidação do mundo, o modelo de “dívida excessiva e sem restrições” dos EUA causará agitações no mercado financeiro internacional e na economia global.

Os resultados de uma pesquisa realizada pela Fox News no final de 2023 mostraram que mais de três quartos dos eleitores registrados não veem com bons olhos a economia do país. Não é difícil perceber que muitas contradições profundas na economia estadunidense estão longe de serem resolvidas, o que leva a repetidas crises de dívida. Isso não só trouxe perigo e turbulência ocultos para a sociedade americana, mas também mais incerteza para o mundo.

FONTE:

https://www.brasil247.com/geral/recorde-de-divida-ameaca-a-economia-dos-eua-diz-midia-chinesa?tbref=hp