Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas (2)
Transição verde entra no debate eleitoral de 2022

Transição verde entra no debate eleitoral de 2022

Com a queda da popularidade de Bolsonaro e a desmoralização de sua política ambiental, alguns atores sociais começam a se mover no tabuleiro presidencial de 2022 tendo esse tema como um caminho possível para superar o atual presidente nas próximas eleições. Rafael Garcia destacou n’O Globo a articulação de organizações ambientais e cientistas brasileiros para apresentar um plano de desenvolvimento econômico com metas socioambientais, junto com um programa de diretrizes para o clima e uma agenda de desenvolvimento para a Amazônia. As propostas foram apresentadas na COP26 no começo do mês, em eventos no Brazil Climate Action Hub, o estande da sociedade civil brasileira em Glasgow. A primeira proposta, que sugere um Green New Deal para o Brasil, foca em 30 ações e estímulos econômicos para viabilizar uma retomada das atividades pós-pandemia sintonizada com as metas climáticas do país. A iniciativa foi encabeçada pelos pesquisadores do Instituto de Economia (IE)/UFRJ, Marcio Alvarenga Jr. e Lucas Costa, com colaboração de Carlos Eduardo Young. Também na COPPE, Emílio La Rovere liderou esforços junto com o Instituto Talanoa para desenvolver a Iniciativa Clima e Desenvolvimento, um plano de retomada econômica com enfoque em acelerar a redução das emissões de gases de efeito estufa. Ele foi feito a partir de consultas a 300 especialistas e representantes da sociedade civil, com um comitê composto por nomes como a ex-ministra Izabella Teixeira e o embaixador Sérgio Amaral. Por fim, a iniciativa Uma Concertação pela Amazônia apresentou na COP um plano de desenvolvimento sustentável para a Amazônia, com ações detalhadas por tipo de ambiente (cidades, florestas preservadas, áreas consolidadas de agronegócio, e áreas de fronteira do desmatamento). O planejamento também foi feito a partir de um diálogo multistakeholder, com representantes de estados e municípios amazônicos, além da sociedade civil, empresas e Academia. Resta agora fazer com que candidatos à presidência das inúmeras vias especuladas até agora encampem as propostas.

FONTE

https://climainfo.org.br/2021/11/23/transicao-verde-entra-no-debate-eleitoral-de-2022/