Associação Brasileira dos Jornalistas

Seja um associado da ABJ. Há 12 anos lutando pelos jornalistas (2)
Veja dedica capa a um ex-juiz suspeito, que destruiu milhões de empregos, e confirma não ter compromisso com o Brasil

Veja dedica capa a um ex-juiz suspeito, que destruiu milhões de empregos, e confirma não ter compromisso com o Brasil

Revista ligada ao grupo BTG Pactual naturaliza a candidatura de um ex-juiz declarado suspeito pela suprema corte e que tornou o Brasil um país muito mais pobre.

A revista Veja que começa a ser distribuída nesta sexta-feira (14) traz como destaque de capa uma entrevista com o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), declarado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) parcial e suspeito nos processos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A publicação tenta naturalizar a candidatura presidencial do responsável pela destruição de milhões postos de trabalho no Brasil através da Lava Jato. Segundo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), a Lava Jato destruiu 4,4 milhões de empregos e custou 3,6% do PIB.

Na entrevista, Moro esquece que ele próprio foi condenado pelo STF e ataca o ex-presidente Lula – que lidera todas as pesquisas de intenção de voto para o pleito de outubro – ao afirmar que o retorno do petista ao poder “seria um acinte, um tapa na cara de todos os brasileiros”. Ainda segundo ele, “o PT tem a mesma vocação autoritária do bolsonarismo e vai tentar manietar as instituições”.

Moro, que integrou o primeiro escalão do atual governo como ministro da Justiça por mais de um ano, também afirma que Jair Bolsonaro é “mentiroso, enganador, irracional e inconfiável”, além de “populista”, e que ele nunca teve o interesse de combater a corrupção. “Queria apenas se blindar, ficar longe do alcance da Justiça. Ele me disse que eu tinha que sair do governo porque não aceitava protegê-lo de investigações”, disse.

FONTE

https://www.brasil247.com/midia/veja-dedica-capa-a-um-ex-juiz-suspeito-que-destruiu-milhoes-de-empregos-e-confirma-nao-ter-compromisso-com-o-brasil