Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

QUAIS SÃO OS GOVERNOS QUE ESTÃO A FAVOR DA GLORIFICAÇÃO DO NAZISMO?!

No dia 19 de dezembro de 2023, houve uma votação na ONU sobre a resolução apresentada pela Rússia CONTRA A GLORIFICAÇÃO DO NAZISMO, e 49 governos de todo o mundo votaram contra esse documento e, a favor da glorificação do nazismo.

O nome completo da resolução: “Combate à glorificação do nazismo, neonazismo e outras práticas que contribuem para alimentar formas contemporâneas de racismo, discriminação racial, xenofobia e intolerância relacionada”, não é uma resolução nova, mas apareceu durante o início das operações de guerra da Rússia na Ucrânia.

Em 2022 houve uma outra votação nessa resolução, que também apresentou os votos de todos os países do mundo sobre esse tema e, os países que se posicionaram a favor da ideologia nazista são praticamente os mesmos da votação desse ano.

Em 2022, cinquenta países se proclamaram a favor do nazismo, esse ano o saldo foi de quarenta e nove.

Vale salientar que o representante do governo fascista e neoliberal da Argentina (do presidente Javier Milei) votou contra a glorificação do nazismo, o que é algo surpreendente vindo de um governo alinhado com as ideias fascistas de extrema direita, apesar de que em 2022, o representante do governo fascista e neoliberal de Jair Bolsonaro na ONU, também delegou seu voto contra a glorificação do nazismo, não manchando a reputação do nosso país nessa lista suja.

Os resultados da votação de 2022 podem ser encontrados em nosso estudo: ‘’A ascensão do Nazismo no século XXI no Brasil. Um estudo sobre as suas origens, e o seu retorno neste século.’’ [Primeira Parte], cujo link para acesso está disponível ao final deste texto.

Segue abaixo a lista dos 49 países (da atualidade) que ESTÃO FIRMES A FAVOR DA GLORIFICAÇÃO DO NAZISMO.

01) Albânia 

02) Andorra

03) Austrália

04) Áustria 

05) Bélgica

06) Bósnia-Herzegovina

07) Bulgária 

08) Canadá 

09) Croácia 

10) Chipre

11) Dinamarca

12) Estônia

13) Finlândia 

14) França 

15) Geórgia 

16) Alemanha 

17) Grécia 

18) Hungria 

19) Ilhas Marshall

20) Irlanda (faz parte do Reino Unido)

21) Islândia 

22) Itália

23) Japão 

24) Kiribati

25) Latvia

26) Liechtenstein

27) Lituânia

28) Luxemburgo

29) Malta

30) Macedônia do Norte

31) Micronésia 

32) Mônaco

33) Montenegro

34) Holanda 

35) Nova Zelândia

36) Noruega

37) Polônia

38) Portugal

39) República da Moldávia

40) República Tcheca

41) Romênia 

42) San Marino

43) Eslováquia

44) Eslovênia

45) Espanha 

46) Suécia

47) Ucrânia

48) Reino Unido (Inglaterra)

49) Estados Unidos (EUA)

Nessa lista estão incluídos os principais países capitalistas e imperialistas do mundo, que possuem um histórico na produção de guerras, invasões, golpes de estado, entre outras agressões imperialistas ao longo da história.  São eles: França, Alemanha, Itália, Japão, Espanha, Reino Unido (Inglaterra), e Estados Unidos (EUA). 

Muitos desses países possuem também um histórico antigo de ascensão do fascismo e do nazismo (os produtos criados pelo sistema capitalista) durante o século XX, como é o caso de: Áustria e Alemanha (o nascedouro de A. Hitler e do Nazismo), Itália (o nascedouro de Mussolini e do Fascismo), Japão (país cuja monarquia participou da Primeira Guerra Mundial imperialista, além de ser membro do Eixo durante a Segunda Guerra Mundial junto com os demais países fascistas) e Espanha (país onde a monarquia sempre apoiou as forças fascistas da Europa). Estados Unidos e Inglaterra também podem entrar nesse clube, pois são os principais países onde surgiram as pseudo-teorias raciais (que deram origem ao racismo) e eugênicas (de limpeza étnica), além do mal do anticomunismo.

Outros países dessa lista possuem um histórico imperialista um pouco mais antigo, de invasões, pilhagens e genocídios de povos em territórios colonizados na África, nas Américas, Ásia e Oceania. São eles: Bélgica (Leopoldo I, rei da Bélgica escravizou e exterminou milhões de pessoas no Congo durante o imperialismo belga entre os séculos XIX e XX), Holanda, Portugal (Os portugueses foram os responsáveis pelo genocídio de milhões de pessoas pertecentes aos povos originários, que habitavam as regiões da América, onde hoje se situa o Brasil.) Austrália (A colonização britânica destruiu os povos originários que viviam na Oceania, como por exemplo, o caso dos Aborígenes.)

Países (principados) como Andorra, ChipreLiechtenstein, Luxemburgo, Malta, Mônaco e San Marino, são as colônias de férias, os paraísos fiscais e os locais de moradia de grande parte da classe dominante burguesa mundial.

Um outro grupo de países que podemos classificar, são aqueles oriundos do socialismo, que formavam no passado o bloco de países socialistas do Leste europeu, onde muitos  integravam os territórios da ex. União Soviética.

São países que se tornaram muito ricos com a administração socialista, mas que foram destruídos pelo imperialismo ocidental após a década de 1990, quando foram saqueados, divididos e depois nazificados pela extrema direita após o colapso da União Soviética.

São eles: Albânia, Bósnia-Herzegovina (ex. Iugoslávia), Bulgária, Croácia (ex. Iugoslávia), Estônia (ex. URSS), Geórgia (ex. URSS), Hungria, Lituânia (ex. URSS), Macedônia do Norte (ex. Iugoslávia), Montenegro (ex. Iugoslávia), República da Moldávia (ex. URSS), República Tcheca (ex. Tchecoslováquia), Romênia, Eslováquia (ex. Tchecoslováquia)Eslovênia (ex. Iugoslávia), Polônia e Ucrânia (ex. URSS).

Outros países que aparecem nessa lista são os da região da Escandinávia, que ao que tudo indica vem passando por um processo interno de nazificação, que pode com o passar do tempo destruir essas nações, que são reconhecidas há anos por terem uma economia estável e um alto padrão de vida entre as suas populações. São eles: Dinamarca, Finlândia, Islândia, Nova Zelândia, Noruega e Suécia.

O último grupo de países são aqueles da região da Oceania, liderados pela Austrália. São eles: Micronésia, Kiribati e Ilhas Marshall.

Devemos nos atentar que a sombra do nazismo está sendo instalada através de governos reacionários de extrema direita ou simpatizantes, em 27,07% dos países do mundo.

As únicas regiões do mundo onde o nazismo não teve apoio em votos em seu favor foi na África, Oriente Médio e Américas do Sul e Central, o que comprova que essa ideologia nefasta e anti povo possui uma rejeição histórica muito grande entre as populações dos países que compõem essas regiões e também no nosso continente. Um voto de apoio como esse pode causar um grande escândalo em um governo, e isso retira votos nas próximas eleições, mas não devemos esquecer que o apoio ao nazismo está presente na ideologia política de diversos governos que vem surgindo nos países dessa região.

Devemos nos manter vigilantes, coibir e denunciar qualquer que seja as manifestações que apareçam em glorificação do nazismo, e nos organizar para lutar contra todo tipo de apologia que se faça em nosso país.

FONTE:

QUAIS SÃO OS GOVERNOS QUE ESTÃO A FAVOR DA GLORIFICAÇÃO DO NAZISMO?!