Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Relações China-Rússia abraçam novas oportunidades de desenvolvimento, diz Xi Jinping

É cada vez mais forte a parceria entre os dois gigantes.

A China e a Rússia resistiram a muitos testes juntos no passado, e suas relações abraçam novas oportunidades de desenvolvimento no futuro, disse o presidente chinês, Xi Jinping, durante conversa telefônica com o presidente russo,  Vladimir Putin, na última quinta-feira (8).

No telefonema, Xi observou que se tornou uma boa tradição ele e Putin trocarem cumprimentos na virada do ano novo lunar, revisar as conquistas do desenvolvimento das relações bilaterais e olhar juntos para o futuro.

Notando que ele e Putin se reuniram duas vezes e chegaram a muitos consensos importantes no ano passado, Xi disse que, sob a orientação conjunta dos dois líderes, os governos, órgãos legislativos e partidos políticos dos dois países realizaram intercâmbios ativos e a cooperação bilateral em vários campos mostrou resiliência e vitalidade, disse Xi.

O volume do comércio bilateral anual alcançou a meta antes do previsto, enquanto os intercâmbios culturais e locais entre os dois países foram realizados vigorosamente, e os Anos de Intercâmbio Esportivo entre a China e a Rússia foram concluídos com sucesso, afirmou Xi.

Observando que este ano marca o 75º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre a China e a Rússia, Xi disse que a China está pronta para continuar a manter o espírito de assistência mútua e amizade eterna com a Rússia para escrever conjuntamente um novo capítulo nas relações China-Rússia.

Xi enfatizou que os dois lados devem reforçar a coordenação estratégica, salvaguardar a soberania nacional, a segurança e os interesses de desenvolvimento de seus respectivos países, assim como se opor resolutamente à interferência externa em seus assuntos internos.

Os dois lados devem cultivar um novo impulso para a cooperação bilateral, manter a estabilidade das cadeias industriais e de suprimentos, sediar conjuntamente os Anos de Cultura China-Rússia, realizar intercâmbios culturais realistas e calorosos que conectem os corações dos dois povos e estreitar constantemente os laços entre seus povos, disse Xi.

Xi pediu aos dois lados que apoiem o Cazaquistão na realização de uma cúpula bem-sucedida da Organização de Cooperação de Shanghai este ano, aumentem a unidade e a confiança mútua e salvaguardem a segurança e a estabilidade regionais, bem como os interesses comuns dos países regionais, acrescentando que a China também apoia ativamente a Rússia como presidência rotativa do BRICS este ano.

A China está pronta para fortalecer a coordenação multilateral internacional com a Rússia, praticar o multilateralismo verdadeiro, defender um mundo multipolar equitativo e ordenado e uma globalização econômica que beneficie a todos, assim como tornar o sistema de governança global mais justo e razoável, de modo a fazer contribuições positivas para a construção de uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade, disse Xi.

Por sua parte, Putin disse que este ano marca o 75º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre a Rússia e a China. Sob os esforços conjuntos das duas partes, as relações bilaterais atingiram um nível alto sem precedentes.

No ano passado, a cooperação Rússia-China em vários campos produziu resultados frutíferos, observou Putin, expressando sua disposição de continuar a manter uma estreita interação com o presidente Xi, para que os dois líderes possam orientar os dois países a alcançar novos progressos na cooperação em todos os campos.

Ele espera que os dois lados realizem com sucesso os Anos de Cultura Rússia-China e uma série de intercâmbios culturais e interpessoais este ano, consolidando melhor a base da amizade entre os dois povos.

Expressando agradecimentos à China por apoiar o trabalho da Rússia na presidência rotativa do BRICS este ano, Putin disse que a Rússia está pronta para fortalecer a comunicação e a coordenação com o lado chinês em estruturas multilaterais regionais e internacionais, como a Organização de Cooperação de Shanghai, para apoiar reciprocamente, defender o multilateralismo e salvaguardar os respectivos interesses legítimos.

A Rússia segue firmemente o princípio de Uma Só China, opõe-se a quaisquer ações perigosas que provoquem a China na questão de Taiwan e acredita que qualquer complô que impeça a reunificação pacífica da China não terá sucesso, observou Putin.

Os dois chefes de Estado também trocaram opiniões profundas sobre as atuais questões internacionais e regionais de pontos cruciais. Os dois chefes de Estado concordaram em manter um contato estreito no novo ano e manter intercâmbios aprofundados sobre as relações China-Rússia e questões estratégicas de interesse comum.

FONTE: https://www.brasil247.com/mundo/relacoes-china-russia-abracam-novas-oportunidades-de-desenvolvimento-diz-xi-jinping?tbref=hp