Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Resistência Islâmica intensifica operações anti-EUA em retaliação a ataques aéreos no Iraque e Síria

Ataques da Resistência Islâmica do Iraque a alvos americanos vêm em resposta à nova agressão dos EUA contra o Iraque e a Síria.

A Resistência Islâmica do Iraque anunciou uma série de ataques contra alvos americanos no Iraque e na Síria vizinha, informa a agência Tasnim. O comunicado, divulgado no início deste sábado (3), mencionou ataques de mísseis na Base Aérea de Ain al-Assad na província ocidental iraquiana de al-Anbar, que abriga forças de ocupação dos Estados Unidos. A resistência também reivindicou responsabilidade por ataques de mísseis e drones na base militar de al-Tanf no sudeste da Síria, perto da fronteira com a Jordânia e o Iraque, e na Vila al-Khadra na província nordeste de al-Hasakah na Síria.

Relatórios anteriores da Reuters citaram três oficiais americanos afirmando que os Estados Unidos conduziram ataques aéreos em 85 alvos nos países árabes. Cerca de 40 pessoas teriam morrido. Os EUA classificaram esses ataques como “retaliatórios” contra aqueles que acusaram de serem responsáveis por um ataque mortal às forças americanas na Jordânia.

O Comando Central dos EUA relatou ter como alvo depósitos com foguetes, mísseis e drones não tripulados, empregando mais de 125 munições de precisão nos ataques aéreos. O presidente dos EUA, Joe Biden, disse que tais ataques continuariam conforme considerado necessário por Washington.

Em uma reivindicação repetida, Biden, juntamente com outros oficiais dos EUA, acusou anteriormente o Irã de ser “responsável” por fornecer armas. O Irã negou consistentemente envolvimento em ataques às forças dos EUA, enfatizando que grupos de resistência regionais operam de forma independente e não seguem ordens de Teerã.

FONTE:

https://www.brasil247.com/mundo/resistencia-islamica-intensifica-operacoes-anti-eua-em-retaliacao-a-ataques-aereos-no-iraque-e-siria?tbref=hp