Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Rússia e Irã finalizam acordo de 20 anos que mudará o Oriente Médio para sempre

Para começar, no setor da energia, o novo acordo dá à Rússia o primeiro direito de extração na seção iraniana do Mar Cáspio, incluindo o potencialmente enorme campo de Chalous. […]

O mesmo direito de primeira extração para a Rússia também se aplicará agora aos principais campos de petróleo e gás do Irã em Khorramshahr e nas províncias vizinhas de Ilam, que fazem fronteira com o Iraque. Os campos partilhados do Irã e do Iraque há muito que permitem a Teerã contornar as sanções em vigor contra o seu importante setor petrolífero, uma vez que é impossível dizer que petróleo veio do lado iraniano ou do lado iraquiano destes campos, o que significa que o Irã é capaz simplesmente de rebatizar o seu próprio petróleo sancionado como petróleo iraquiano não sancionado e enviá-lo para onde quiser […]

e a utilização dos principais desenvolvimentos petrolíferos e de gás em todo o Iraque é uma parte fundamental do plano de longa data do Irã, totalmente apoiado pela Rússia, para construir uma “ponte terrestre” para a costa do Mar Mediterrâneo na Síria. Isto permitiria ao Irã e à Rússia aumentar exponencialmente o fornecimento de armas ao sul do Líbano e à área das Colinas de Golã, na Síria, para serem utilizadas em ataques a Israel. O objetivo central desta política é provocar um conflito mais amplo no Oriente Médio que arrastaria os EUA e os seus aliados para uma guerra invencível do tipo visto recentemente no Iraque e no Afeganistão, e que poderá em breve ser vista como a guerra em escala entre Israel-Hamas.

FONTE: https://www.facebook.com/photo/?fbid=10159929038198837&set=a.10151306301983837