Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Jurista Pedro Serrano suspeita de vazamento interno em operação contra Carlos Bolsonaro

Situação do clã Bolsonaro pode se complicar ainda mais, prevê o jurista.

O jurista Pedro Serrano afirmou que, caso seja verdadeira a informação de que integrantes da família Bolsonaro estavam pescando quando a PF bateu na porta de sua casa em Angra dos Reis (RJ), a própria corporação pode ter vazado informações da busca. Esta informação foi fornecida pelo assessor de Jair Bolsonaro, Fabio Wajngarten.

Neste caso, segundo o jurista, a situação do clã Bolsonaro pode se complicar ainda mais. “Se for verdadeiro que os Bolsonaros saíram do local da busca e apreensão pouco antes dela ocorrer há possibilidade de vazamento da busca, obviamente de dentro da PF. A corregedoria tem de investigar quem vazou e se houve desvio ou destruição de provas. Caso se demonstre o vazamento a coisa pode ficar feia para o clã”, escreveu Serrano em postagem na plataforma social X (antigo Twitter).

Nesta segunda-feira (29), a PF cumpriu novos mandados de busca e apreensão em continuidade à Operação Vigilância Aproximada. A corporação busca identificar os principais destinatários e beneficiários das informações produzidas ilegalmente no âmbito da Abin, por meio de ações clandestinas. Um dos alvos é o filho de Jair Bolsonaro e vereador do Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ).

FONTE:

https://www.brasil247.com/brasil/jurista-pedro-serrano-suspeita-de-vazamento-interno-em-operacao-contra-carlos-bolsonaro