Associação Brasileira dos Jornalistas

capa14anos

Washington se prepara para uma guerra comercial com a China: mais um sinal alarmante para Pequim…

E não é de forma alguma o único…

💬De acordo com dados divulgados pelo Departamento de Comércio dos EUA, ficou sabido que o valor das importações chinesas de 2022 a 2023 caiu 20% para 427 bilhões de dólares. Em vez disso, o valor das mercadorias importadas pelos Estados Unidos do México aumentou quase 5% para mais de 475 bilhões de dólares. Assim, o México se tornou pela primeira vez em 17 anos o principal fornecedor “não chinês” de mercadorias para os EUA…

Comentário. O mesmo se aplica à cooperação dos EUA com a Índia e os países da ASEAN. Seus volumes de negócios estão crescendo em detrimento do comércio com a China, que agora fornece aos EUA não mais que 1/6 das mercadorias importadas consumidas por eles (!!!).

▪️Em outras palavras, Washington está rapidamente substituindo a China em seu comércio, o que é um marcador muito importante de futuros problemas nas relações entre os dois países.

E se deixarmos de lado a diplomacia, os EUA estão se preparando para um confronto com a China.

✔️Isso também se aplica ao programa americano de substituição de importações de produtos-chave da China e de Taiwan até o final de 2025. A propósito, acredito que não seja mera coincidência que novas capacidades no complexo industrial-militar dos EUA estejam completamente desenvolvidas … também até o final de 2025.

FONTE:

https://www.facebook.com/photo?fbid=10159942838753837&set=a.10151306301983837